SURF: AS VEZES É MELHOR NEM TENTAR ENTENDER…

Surfistas ou as pessoas que simplesmente tiveram uma pequena amostra do que é deslizar sobre as ondas, seja de pé, deitado, de joelhos e até sem prancha sempre tentaram descrever o que é o surf e como ele é capaz de transcender o esporte em si e se configurar como um estilo de vida.

Mas… Sinceramente? É impossível descrever ou colocar em palavras a sensação sem antes ter provado o verdadeiro sabor da água salgada.

Para você que nunca surfou, seja bem vindo à um mundo líquido, onde a conotação aqui imposta nada tem a ver com superficialidade ou fragilidade e sim com a impossibilidade de contemplação a olho nu.

entanda o surf 1.jpg

Podemos até tentar falar sobre o momento em que você vê a onda lá atrás, sente a adrenalina do seu corpo crescer e censurar qualquer tipo de racionalidade. Pouco antes de se perder na lisergia aquática podemos tentar resgatar a memória quando você sente as pernas bambas com a força da água que faz a prancha tremer, ressignificando o que seus pés conheciam como superfície. E mesmo assim não seria suficiente.

Podemos falar daquela onda, aquela que aumenta tão rápido quanto se aproxima, tão poderosa e perfeita que possibilita um estado de relação rápido porém intenso e uma oportunidade única de sintonia completa com a natureza. Não é possível simular a entrega ao prazer de cruzar uma parede verde e cristalina e produzir ali uma arte absolutamente individual. É o seu nome, sua assinatura e uma certeza no peito de que aquela onda foi concebida especialmente para você.

75b4692acd8c59f143d079a462a1fd2d.jpg

As palavras se tornam miseráveis, afinal a ligação entre o surfista e a onda ainda não pôde ser configurada em nenhum tipo de religião, crença ou fanatismo mas com certeza não é algo desse mundo.

São as ondas que carregam os donos e suas pranchas para lugares incríveis e inóspitos, que molham seus corpos e saciam suas almas. E é apenas para eles que o sol se exibe eroticamente enquanto encosta na água no fim de tarde e descarrega ali o combustível salgado necessário para as próximas quedas.

Chega a ser hedonista, chega até ser profano, e por ser tão bom poderia ser até ilegal, mas é essa liberdade que perfura o coração e a mente de todos aqueles apaixonados e consequentemente viciados por esse esporte.

Apenas uma conexão, mesmo que breve, é capaz de levar o ser humano a explorar e estender seus próprios limites, se projetar ao desconhecido com vontade de viver uma experiência que pode durar míseros segundos, mas que perduram por muito tempo em sua memória e movimentam o sal em suas veias.

cb5f2471a4741cac7072cbd6d727a10e.jpg

É um dos esporte mais difíceis do mundo, exige do corpo sua melhor forma e consciência para poder evoluir. Mas todo o esforço é recompensado. A busca por algo inatingível e imensurável dá ao surf a beleza de um amor platônico. O inexplicável brilho nos olhos que só os apaixonados tem, fruto de um sentimento que muitas vezes não conseguimos colocar em palavras.

Surfe conforme a onda, respeite-a, goste dela e não tente muda-la. Não exija que ela seja maior do que ela pode ser e não peça por mais quando ela não estiver disposta. Cada onda é única, e com paciência você pode devorá-las em sua singularidade para que não seja algo passageiro como um amor de verão e sim uma certeza pro resto dessa jornada.

Por isso não tente entender o surf, deixe quem sabe, que ele entenda você.

entenda o surf 3.jpg

TODO SURFISTA PRECISA TER CUIDADO!

Quem surfa sempre conhece alguém que tem a lombar estourada, já machucou feio o ombro ou já ouviu alguma história sobre um joelho ou tornozelo que foi pro ralo.

O surf, por ser um esporte praticado na natureza, parece mais fluido do que realmente é. Como nossa queda acontece na água e não no asfalto como acontece no skate, muitas vezes a dor não é percebida. E realmente, no curto prazo nada vai acontecer com você.

Do surf treino cuidados 2

É importante não só você aprender a cair como também você fortalecer seu corpo SEMPRE para que os músculos fracos não te tragam problemas depois do surf. Todo e qualquer treinamento voltado para o CORE é fundamental, mas não podemos esquecer de fortalecer o abdômen para poupar a lombar, deixar as pernas firmes para evitar compensar no joelho e claro, alongar e cuidar do nosso ombro como se não houvesse amanhã.

Inclusive se tiver interesse em saber mais do treinamento funcional Do Surf não deixe de nos enviar um e-mail: contato@equipedosurf.com

Mas para você não ficar muito preocupado[a], vamos esclarecer uma dúvida muito comum: Quando as articulações estalam significa que existem algum problema de curto ou longo prazo vindo por aí?

Na verdade não! Os estalos que não são acompanhados de dor não trazem problema e são muito comuns em joelhos e quadris.

13 RAZÕES QUE JUSTIFICAM NOSSO AMOR PELO SURF…

Os motivos para amar o surf são tantos que escolher só 13 foi difícil, mas vamos lá! Se tiver mais motivos é só comentar aqui 😉

Do surf 13 reasons

MOTIVO 1: O SURF É PARA TODOS!

Um dos motivos que mais nos faz amar o surf é que um esporte e um lifestyle para todos. Crianças, adultos, idosos, homens, mulheres e até pessoas com alguma limitação física podem pratica-lo sim! Não importa sua origem ou sua crença, entrar no mar e pegar umas ondinhas é permitido para quem quiser experimentar.

MOTIVO 2: FAZ BEM PRA SAÚDE

Assim como qualquer atividade física, o surf faz bem para saúde: melhora seu condicionamento físico fortalece abdómen, ombros, pernas e até tornozelos. Por ser um esporte ao ar livre você ainda se beneficia por respirar o ar puro e como é também um esporte que exige calma e paciência melhora até sua oxigenação cerebral.

MOTIVO 3: NOS COLOCA EM CONTATO COM A NATUREZA

Quanto mais precisamos de dinheiro para sobreviver – porque mais cara as coisas ficam – mais nos desconectamos da natureza. Pouco a pouco vamos nos conformando que lugares fechados são mais seguros e nos distanciamos do gosto pelos pés sujos de areia e quando chegamos no mar – só molhamos os pés e partimos. A natureza faz parte de nós e explica muito sobre nossos hábitos e dificuldade, entendê-la é necessário e apreciá-la é uma dádiva.

VOCÊ SABE REALMENTE O QUE É UM SURFISTA…?

Qual a intenção desse post? Apenas provar a evolução clara dos seres humanos:

Captura de Tela 2016-04-17 às 19.08.38.png

O surf é um esporte que você começa a amar antes mesmo de praticar… Uma vontade de ir para praia observar o mar, treinar a remada em dias flat, curtir um final de tarde começa a ser algo indispensável com o tempo. Até o dia em que você realmente pegar a prancha e sentir o mar salgado bater no rosto e a água empurrando seu corpo com velocidade… PREPARE-SE para mergulhar de cabeça em um vício sem tratamento.

É justamente neste ponto que começamos a nos sentir diferentes dos outros seres humanos. Não é atoa que a Billabong, criou um famoso slogan: Somente os surfistas sabem qual é a sensação [Em inglês: only surfer knows the feeling]

Surfar é abrir uma janela para um novo mundo cheio de aromas, cores, sabores e sentimentos, que não podem ser explicados em palavras. E nada pode descrever os impulsos internos de quando estamos dentro de um tubo.

Por esses e outros motivos chegamos à conclusão que somos uma espécie singular, temos algo em nosso DNA distinto dos nomeados seres humanos.

3.jpg

Mas afinal… Que diferenças são essas? E mais: Existem semelhanças, como em todos os contrastes?!

QUAL É UM DAS PIORES COISA QUE PODE ACONTECER EM UMA SURFTRIP?

Uma das piores coisas que pode acontecer durante uma surf trip é chegar no hotel, tirar a prancha da capa e ver que ela está quebrada ou machucada. Ou então mar novo, point ou reef break quebrando grande… E sua prancha quebra. Já pensou?

Em muitos países não se pode entrar com resina ou catalizador por ser um produto químico e inflamável. O que dificulta um pouco a prevenção. Pra evitar o bode, aqui vão algumas dicas pra consertar sua prancha!

DICA UM
Leve um produto chamado Suncure [Fácil de encontrar em qualquer surf shop] é uma bisnaga que já vem pronta para ser usado e seca rapidamente quando exposto ao sol. Importante comprar a versão adequada: Existe suncure específica para para pranchas de poliester e para pranchas de EPS [isopor], se você usar o errado poderá abrir um enorme buraco derretendo uma boa parte do isopor.

DICA DOIS
A aplicação é simples: limpe bem o local quebrado e deixe secar. Depois use uma lixa 220 ou 180 no local e preencha com Suncure [na sombra para que possa manusear antes de secar]. Alguns kit possuem retalhos de tecido, o que recomendamos colocar no reparo feito antes de expor ao sol. Depois basta deixar para secar e quando seco lixar para garantir a perfeição da bóia.

DICA TRÊS
Caso não tenha o Suncure, um outro aliado ao surfista é o bom e velho silvertape [Aquela fita prateada, fácil de encontrar em loja de materiais de construção ou surf shops] que pode ser colocada em pequenos trincados na prancha para evitar que aumente, até sobrar um tempo para levar em uma oficina para ser consertada.

UMA HISTÓRIA SALGADA E INSPIRADORA PARA O SEU DOMINGO!

Ela tem 38 anos, é surfista e mãe solteira de uma menina de 9 anos e sonha com as viagens que ainda vai fazer pelo mundo. Ela questiona os modelos tradicionais de educação e compartilha seus valores na internet.

5.jpg

Marilia Di Cesare é uma mãe viajante, que está sem viajar por um tempo, mas já fez muito e deixou um legado que vale a pena ser visto.

4.jpg

A proposta é inspirar os pais a fazerem de sua vida um exemplo prático de como viver apaixonadamente para seus filhos. O que mais podemos querer além do que a vida já nos oferece? Natureza, felicidade, saúde e uma educação realmente RELEVANTE para nossas crianças?!

3.jpg

Marilia nos faz refletir sobre a efetividade das escolas e flertar com a possibilidade de aprender com o mundo e seus recursos para fazer a diferença.

Durante muito tempo ela viajou com sua pequena pelo mundo, onde ambas aprenderam outras línguas e interagiram com outras culturas enquanto ela se sustentava trabalhando como tradutora e professora online. Além de conhecer o mundo e suas nuances desde cedo, a filha de Marilia passava o dia em contato com a natureza e as duas faziam exercícios todos os dias. Ela encontrou uma maneira única de criar sua filha e buscou desde sempre um modelo de trabalho que oferecesse a ela tempo suficiente para estar com sua cria.

Mostrar as diferenças entre pessoas e espaços, ensinar respeito e cortesia, estimular a curiosidade, apresentar a grandeza e diversidade da natureza, e compartilhar doses diárias de disciplina parece uma boa maneira de educar seus filhos? Nos parece uma excelente maneira de entregar um soldado para o mundo que está preparado para transformá-lo por inteiro e inspirar quem estiver por perto.

1.jpg

Não existe nenhum esforço mais poderoso e capaz de salvar o mundo do que transformar o jeito como criamos nossos filhos” Marianne Williamson

Feliz dia das mães!

Elas são tão sábias quanto o mar. Com a mesma força de uma onda elas são capazes de enfrentar o mundo para não nos deixar cair. E na vida são a prancha que precisamos para nos equilibrar e nos conduzir sempre nos caminhos corretos. 

Assim como a natureza elas se diferenciam por sua forma única de amar e educar. Nossa sugestão de hoje portanto é: agradeça à ela tanto pelos caldos que ajudou você a evitar quanto pelo carinho e colo que ofereceu depois de cada um dos quais você precisou viver para poder aprender.

2.jpg

BORA TREINAR ESSE SHAPE SURFISTA?!

Captura de Tela 2016-04-13 às 00.00.24.png

Todos nós gostaríamos de ter um coração saudável para continuar vivos, músculos fortes para nos manter na água, e flexibilidade para evitar lesões.

Para isso precisamos reservar alguns dias ou apenas algumas horas na semana para trabalhar o nosso condicionamento físico geral. Embora para ser honesto, para muitos de nós, estes dias são apenas quando o mar está flat.

No entanto, há vários dias em que você não quer ir para academia, você não quer dar uma corrida , você não quer fazer yoga. Bem, mesmo nestes dias, pode ser bom reservar um tempinho para afinar os seus músculos de surf. Você não tem que fazer uma sessão de completa na academia; apenas tentar executar alguns dos exercícios demonstrados abaixo. Eles são rápidos, simples e direcionados especificamente para o surf. São necessários apenas alguns equipamentos como bola de pilates, pesinhos, bosuTRX. e se não tiver um step, algum outro objeto ou apoio que possa substitui-lo. Com estes poucos equipamentos você consegue fazer um infinidade de exercícios que irão simular uma situação em cima da prancha, seja deitado, remando ou em pé manobrando.

Aproveite e execute com cuidado, você vai sentir a diferença na próxima vez que remar lá fora:

Go For It!

QUER MAIS ALGUMA PROVA DE QUE NÃO EXISTE IDADE LIMITE PARA SURFAR?

Esse post foi indicado por um blog parceiro nosso que ajuda as mulheres [surfistas ou não] a conhecerem mais sobre moda em apenas 5 minutos – Mulherada, não percam! – www.modaem5.com.br – lá tem até guia do biquini 😉

E como o surf é democrático, para todos, executivos, jovens, mães, idosos, homens, mulheres, crianças de todas as etnias, religiões e origens não deixariámos de divulgar o fato de que o surfe vem conquistado mulheres com mais de 50 anos!

O esporte já não é exclusivamente masculino, faz tempo, e já foi até sugerido como tratamento por médicos! Por isso, ser considerado um sinônimo de bem-estar é algo quase orgânico.

do surf - glamour

Na imagem produzida pela VOGUE vemos duas mulheres de 57 e 62 anos posando com suas pranchas! O professor das meninas diz que o surf não tem idade e nem gênero e tem alunas de até 65 anos.

Elas são um verdadeiro exemplo e personificam o conceito de REINVENTAR. Afinal, muitas pessoas, com menos idade se acomodam em uma condição e dificilmente se aventuram em coisas novas – apesar de termos comprovações científicas de que aprender um novo esporte faz bem para o cérebro.

AQUECIMENTO PARA O SURF: QUANTO MAIS, MELHOR!

foto 2.jpg

O aquecimento geralmente não é levado a sério antes de uma sessão de surf nem por surfistas amadores e nem mesmo pelos não-atletas, a fissura de entrar no mar acaba por nos fazer esquecer desse tão essencial hábito. No verão com altas temperaturas e com água quente muitas vezes nem sentimos sua falta e no inverno, quando estamos mais preguiçosos, com a queda das temperaturas nosso organismo precisa se proteger do frio ainda mais para, inclusive, diminuir as chances de lesões.

Nossas habilidades motoras melhoram quando estamos sob maiores temperaturas fazendo com que o  impulso nervoso se propague mais rapidamente, aprimore a velocidade de contração do músculo e da força gerada, proporcionando um alerta antecipado para controlar problemas musculo-esqueléticos ou cardio-respiratórios, potencializados no inverno devido às baixas temperaturas dentro e fora da água.

LEVE O SURF PRA DENTRO DA SUA CASA E/OU TRABALHO!

Quem surfa e ama o esporte sempre busca formas de se conectar com ele nos mais diferentes lugares  – principalmente quando está longe do mar, por isso separamos uma seleção completa de formas de trazer a boa energia do esporte para lugares fechados através de uma decoração voltada para a natureza!

%d bloggers like this: