CONHEÇA MATT WILKINSON

A pergunta é… Matt Wilkinson? Wilko? Quem é esse?!

0.jpeg

O Goofy Australiano de 27 anos que começou o ano de camiseta amarela e não quis mais tirar está deixando todos que acompanham o circuito mundial impressionados.

Não, você não se lembra do nome dele…
Não, ele não foi mencionado como um dos favoritos ao título mundial esse ano..
Não, você não tem referências dele surfando por aí…

O campeonato mal começou e ela já venceu 12 baterias e as 2 etapas do circuito: Snapper Rocks e Bells Beach.

E porque você não conhece ele?

2.jpg

Ele entrou oficialmente no circuito da elite em 2010, e desde então não se consagrou por nenhuma performance acima da média, em nenhum dos 5 anos terminou entre os dez finalistas. Sua melhor performance foi em 2015 quando terminou em 18º .

1.jpg

Porque em 2015, nas 11 etapas do circuito ele só se classificou entre os top 10 primeiros em 3 delas, e em 2010, 2014 e 2013, apenas em 2, e em 2012, apenas em uma, onde chegou a final contra Taj Burrow e perdeu por 40 décimos. Suas melhores pontuações foram na conhecida Gold Coast, J-Bay, em alguns picos europeus e em sua vinda para o Rio de Janeiro. Perdeu para Medina e Mineirinho algumas vezes e outras várias para australianos conterrâneos especialmente em 2015 durante todas as etapas em que ele pontuou bem, brasileiros se consagraram.

Compilamos abaixo a trajetória do surfista para ficar mais claro:


[2010]:
Matt Wilkinson terminou em 24º

  • Jeffrey’s Bay
    • Vencedor da etapa: Jordy Smith
    • Quem eliminou Wilko: Bede Durbidge
  • Portugal
    • Vencedor da etapa: Kelly Slater
    • Quem eliminou Wilko: Damien Hobgood

[2011]: Matt Wilkinson terminou em 20º

  • Snapper Rocks [chegou nas quartas de final]
    • Vencedor da etapa: Kelly Slater
    • Quem eliminou Wilko: Thiago Pires
  •  Teahupoo
  •  San Francisco
    • Vencedor da etapa: Gabriel Medina
    • Quem eliminou Wilko: Gabriel Medina

[2012]: Matt Wilkinson terminou em 24º

  • Santa Cruz [chegou na final e perdeu por 40 décimos]
    • Vencedor da etapa: Taj Burrow
    • Quem eliminou Wilko: Taj Burrow

[2013]: Matt Wilkinson terminou em 22º

  • Snapper Rocks [chegou nas quartas de final]
  •  Portugal
    • Vencedor da etapa: Kai Otton
    • Quem eliminou Wilko: Joel Parkinson 

[2014]: Matt Wilkinson terminou em 23º

  • Jeffrey’s Bay [chegou na semi-final]
    • Vencedor da etapa: Mick Fanning
    • Quem eliminou Wilko: Joel Parkinson
  • França
    • Vencedor da etapa: John John Florence
    • Quem eliminou Wilko: Josh Kerr

[2015]: Matt Wilkinson terminou em 18º

  • Snapper Rocks
  • Rio de Janeiro [chegou na semi-final]
    • Vencedor da etapa: Filipe Toledo
    • Quem eliminou Wilko: Bede Durbridge
  • França
    • Vencedor da etapa: Gabriel Medina
    • Quem eliminou Wilko: John John Florence

Bom, sua performance em 2016 até parece uma revanche das boas à todos aqueles que duvidaram, Matt Wilkison já possui 20 mil pontos o que o coloca isolado na liderança já que a diferença para o segundo colocado [Conner Coffin] é de quase 12.000 pontos, desde 2009, com o três vezes campeão mundial Mick Fanning, não víamos um surfista começar com tanta força se consagrando duas vezes consecutivas.

1.jpg
Em Bells Beach, durante as quartas de final ele deixou Wigolly Dantas saborear a vitória até que surfou impecavelmente uma última onda que lhe deu a conquista de virada e serviu de combustível suficiente para que ele não desse chance nem para o brasileiro Ítalo Ferreira e nem mesmo para o sul-africano Jordy Smith.

A história desse surfista no auge de sua forma vale a pena ser contada, já que seu nome ganhou força e tem protagonizado inúmeros sites que falam sobre o esporte! Desde 1998 um Goofy não tocava o sino de Bells Beach. Podemos classifica-lo junto a geração do “power surf” – estilo baseado na força das manobras – o que contribui muito para a pontuação do atleta.

5.jpg

Nascido em New South Wales, na Austrália em 25 de Setembro de 1988, Wilko foi criado em Sydney e começou a surfar com 8 anos. Sempre muito talentoso, patrocinado pela Rip Curl, porém com comportamento questionável, Wilko sempre chamou atenção por ser ousado e fora de moda, divertido e por ser um verdadeiro adorador de festas que exibia sem vergonha sua barriga de cerveja – era tão comum saber de suas histórias malucas que ninguém se surpreendeu quando em 2011 ele foi preso por estar bêbado e apagado nas ruas da Califórnia. Ele definitivamente, mudou seus conceitos.

Ele confia em seu equipamento, treinou bastante para estar em forma e tem se conectado com seu interior, tomando boas decisões, buscando fazer escolhas inteligente de ondas, se arriscando e dando tudo de si em cada manobra e mantendo a calma nos momentos mais complicados.

Esse ano ele desbancou Kolohe Andino, Filipe Toledo, Kelly Slater, Taj Burrow, Adriano de Souza, Jordy Smith, Wigolly Dantas, Julian Wilson, Ítalo Ferreira e Conner Coffin. Parece de bom tamanho, não?!

4.jpeg

Margaret River [última etapa da perna australiana] vem chegando e os curiosos querem ver como o goofy tão habilidoso de backside vai se virar em ondas tubulares tão desafiadoras. Tirar a camiseta amarela, por conta de sua pontuação, será difícil, mas o que queremos ver é até quando ele vai se manter nesse topo, nunca visto antes em sua história no mundial!

Nós celebramos o talento, mas adoramos demonstrações de que o esforço e mudanças de hábito podem mudar os rumos de uma boa história – assim como vimos Adriano de Souza fazer em 2015. E por essas e outras, gostamos de assistir o australiano quebrar.

Se você não conseguiu acompanhar o campeonato, veja um pouco do surfista aqui:

QUE VENHA MARGARET!

FONTES:
GLOBO ESPORTE
STABMAG
RIP CURL
ZH

  14 comments for “CONHEÇA MATT WILKINSON

Go For It!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: