ECONOMIZE AGORA PARA FAZER SUA SURFTRIP NAS PRÓXIMAS FÉRIAS!

6.jpg

Fazer uma surftrip é o sonho de muitos surfistas independente do seu nível no esporte. É uma experiência que pode contribuir muito para sua evolução, além de conectá-lo ainda mais com os valores da prática que sem nenhuma dúvida irão tornar sua vida muito melhor.

Os destinos são inúmeros: Indonésia, México, Costa Rica, Peru, Austrália, Califórnia, Fiji, França, Fernando de Noronha, Portugal e Hawaii são apenas alguns deles… E sabemos que independente da sua escolha, tendo como ideal passar pelo menos 10 dias no pico para garantir que irá conseguir pegar o swell, e eventualmente atualizar seu quiver para surfar as ondas locais, o custo pode não ser nada barato.

Mas o que queremos? Mostrar pra você que esse sonho é possível! Basta você ter um pouco de disciplina e levar em consideração as dicas abaixo, e se continuar com os bons hábitos que aprendeu aqui, pode ir conquistando outros sonhos [como comprar uma prancha] depois de voltar energizado da sua surftrip.

Então, vamos do começo: Hoje você recebe um salário, e idealmente – considerando a recomendação de economistas e especialistasvocê deve gastá-lo seguindo as proporções de 50/30/20. Em linhas gerais é simples:

  • 50% do seu salário deve ser destinado para você se sustentar [aluguel, contas de água, luz, internet, meio de transporte e comida]
  • 30% do seu salário deve ser usado para realizar suas necessidades mais “supérfluas” e lazer [bate e volta da semana, por exemplo], equipamentos de surf, academia, ferramentas para treino, restaurantes, festas e afins…
  • 20% deve ser guardado para que você possa realizar seu sonho de viajar para algum lugar alucinante com altas ondas.

7.jpg

Essa é sugestão menos agressiva e que não vai deixa-lo desesperado e nem sufocado. Claro que a proposta vai variar de acordo com seu estilo de vida e irá possibilitar sua viagem no tempo proporcional à sua faixa salarial. Não recomendamos que você abra mão dos 30%, porque de nada vai adiantar chegar em um pico irado cheio de ondas se você não tiver treinado para aproveitar o que há de melhor.

Para tornar essa equação possível trouxemos oito dicas valiosas que nos ajudaram a fazer as economias corretas para viver o surf com cada vez mais intensidade.

4.jpg

DICA 1 – MOSTRE PARA SUA OPERADORA DE CELULAR QUEM É QUE MANDA:
Principalmente se você tem um plano pós pago. Entre no site da operadora e verifique o valor do pacote que você vem pagando [normalmente permanecemos pagando um mesmo plano por anos, sem nos preocupar com renovação e ajustes e podemos nos surpreender]. Depois, verifique suas 3 últimas contas de celular e veja a quantidade de minutos utilizada nas ligações e o número de GB consumidos com a internet. Se você estiver consumindo menos do que está pagando, entre em contato com sua operadora e troque para um plano com preço inferior já!

Para quem possui celular pré-pago, use e abuse das opções gratuitas de ligação como Whatsapp, Skype, Blue Jeans para economizar seus créditos e diminuir o número de recargas.

DICA 2 – SÓ PAGUE POR ACADEMIAS SE VOCÊ USAR PELO MENOS 4 VEZES POR SEMANA:
Hoje as academias, principalmente as de rede tem valores muito similares, quantias de dinheiro que se economizadas, fazem toda a diferença. Se você não for um frequentador assíduo, que usa os aparelhos, os serviços, os descontos, os benefícios, faz as aulas e afins – não vale a pena. Hoje é plenamente possível realizar exercícios ao ar livre, e comprar alguns objetos básicos que irão auxilia-lo a preparar seus músculos para surfar por um preço muito mais em conta que uma mensalidade de academia.

DICA 3 – USE SEU CARRO O MÍNIMO QUE PUDER:
A gasolina está um absurdo, e por mais triste que seja pensar nisso, a verdade é que toda vez que você sai de casa de carro você pode arrumar uma nova dívida, afinal o trânsito é agressivo, as pessoas dirigem olhando para o celular e existe uma grande possibilidade de você ter que bancar o conserto do seu carro, além do custo para mantê-lo sempre limpo.

1.jpg

DICA 4 – APRENDA A FAZER SUAS COMIDAS FAVORITAS:
Outro custo que sempre acaba pesando no orçamento das pessoas é o custo dos restaurantes que frequenta. Os vale refeição normalmente praticam um preço diário médio inferior à maioria das regiões comerciais e os custos ficam insustentáveis. Por isso, trabalhar com comidas congeladas [que tem um preço mais em conta], ou aprender a fazer suas comidas favoritas no Youtube [onde existe um acervo infinito], pode ser uma excelente saída para economizar. Além disso, comer em casa pode ser infinitamente mais saudável do que nos restaurantes que frequenta. 😉

DICA 5 – ASSISTA MAIS SÉRIES OU FILMES DE SURF:
Sim! Sair nas principais cidades do Brasil se tornou algo bastante caro, além da gasolina, do custo do vallet, das bebidas, da comida, da entrada ainda podemos ter custos adicionais com roupas, acessórios e custos derivados desse mesmo evento que vão aparecendo no caminho. Por isso, faça escolhas melhores e não ultrapasse o valor referente à 30% do seu salário, e quando puder dizer não fique em casa e assista uma filmografia que vai lembra-lo porque valeu a pena não sair de casa:

DICA 6 – SAQUE SEU DINHEIRO:
Se estiver difícil segurar a onda, use a estratégia do dinheiro vivo. Saque os 30% do seu salário e pague tudo que for supérfluo com ele. Acredite: você pensará duas vezes antes de dizer tchau para suas notas e fará escolhas mais inteligentes. Nos dias em que for sair, leve exatamente o dinheiro que vai gastar e nenhum cartão, nem de débito e nem de crédito para garantir que nada adicional possa te desviar do caminho de juntar dinheiro para sua inesquecível surftrip.

DICA 7 – FUJA DAS LIQUIDAÇÕES:
É isso mesmo, você não entendeu errado! Em um cenário econômico de crise e com a alta do dólar as lojas precisam vender ou irão fechar. E elas sabem MUITO bem como te seduzir oferecendo descontos com porcentagens altas que dão a falsa impressão de que você está economizando. Contudo a estratégia, chamada tecnicamente de ancoragem, significa que eles sobem os preços “normais” e jogam na liquidação preços ainda altos, mas que parecem atrativos por estarem embalados de promoção. Não pense que as surfshops fazem diferente não! É melhor você sempre escolher bem sua prancha e seus acessórios, fazer uma boa pesquisa de preço, juntar dinheiro e ir comprar do que agir por impulso.

3.jpg

DICA 8 – VENDA COISAS QUE VOCÊ NÃO USA HÁ MAIS DE SEIS MESES:
Sim sim sim, sabemos que isso não é uma forma de economizar! Mas é uma baita forma de complementar sua renda. Hoje existem vários sites e apps onde você pode vender e/ou trocar objetos, roupas e equipamentos que não usa mais. E se você não usa há mais de seis meses, não vai ser agora que vai passar a usar. Por isso, faça uma limpa, tire boas fotos dos seus pertences e vá vender. Vale tudo: tênis, roupas, pranchas semi-novas, skates, bonés, eletrônicos, e afins.

Claro que tudo isso precisa fazer parte de um bom planejamento e você precisa se conhecer financeiramente, para isso, nós começamos a preencher uma planilha com todos os nossos gastos e ver no fim do mês quais linhas tínhamos mais gastos [como não dava para andar com a planilha por aí, e a chance de esquecer o que gastávamos era gigante, anotávamos tudo em no notes do celular e atualizamos sempre que possível]. Com isso ficou muito mais fácil tomar as decisões corretas de onde conseguiríamos economizar para fazer acontecer. Se quiser ter acesso à nossa planilha basta enviar um e-mail para contato@equipedosurf.com e iremos te ajudar!

Por fim é importante que você planeje sua viagem com antecedência para conseguir os melhores preços e fique de olho em todos os sistema de milhagens disponíveis [com gasolina, cartão de crédito etc.] e se tiver planos especiais – peça milhas de presente! Para saber quanto precisa economizar e ir se aproximando do seu objetivo, você precisa saber quanto vai gastar – por isso, faça um extensa busca pelos pacotes do seu destino favorito.

Leia sobre a temporada adequada, entenda sobre a entrada do swell, comece a exercitar sua leitura de previsões de onda, ventos e esteja preparado para encontrar praias BEM diferentes das que conhece no Brasil.

É importante buscar por histórias de outros surfistas viajantes para pegar dicas, tomar os cuidados e evitar surpresas desagradáveis [necessidade de vacinas, seguros, vistos entre outros]. Faça todas as reservas com antecedência e guarde tudo da sua maneira organizada: no celular, computador ou caderninho de mão. Tenha telefones e endereços do seu hotel, hospitais e também da embaixada [se for para fora do país] ou do consultor da agência de viagens muito bem anotados. Se seu inglês não estiver em boa forma, opte por destinos no Brasil, ou países de língua espanhola para se virar no portunhol.

8.jpg

Não tenha medo ou receio de ir sozinho fazer sua busca pelas ondas perfeitas, você aprender muito e é bem possível que conheça pessoas interessantes. E tome sempre cuidado com excesso de bagagem, nem todos os trajetos, acessos e nem mesmo o hotel pode ter espaço para malas gigantes. Além disso, as cia aéreas mais baratinhas normalmente aceitam bagagens menores. Se der pra levar tudo na capa da prancha com no máximo uma mochila nas costas – melhor ainda!

Ufa! Acho que agora vai ficar mais fácil tornar real o sonho da surftrip, não é mesmo? Deixe ou solicite mais dicas nos comentários e vamos levar o surf do Brasil para o mundo!

Fez sua surftrip? Mande sua história, suas fotos e dicas para contato@equipedosurf.com que vamos compartilhar por aqui! E se já estiver de malas feitas – não vá esquecer do principal.

Nós vemos pelo mundo!

 

  18 comments for “ECONOMIZE AGORA PARA FAZER SUA SURFTRIP NAS PRÓXIMAS FÉRIAS!

Go For It!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: