A JORNADA DO SURFISTA SE ASSEMELHA AO FORMATO DA JORNADA DO HERÓI E PODE TRANSFORMAR.

12.jpg

Bom, não é de hoje que pais e mães se preocupam com o futuro das nossas crianças hiper conectadas e indefesas se colocadas de frente com as barreiras sombrias e invisíveis presentes na internet – há inúmeros perigos no uso excessivo de computadores, vídeo-games, tablets, smartphones e afins, desde contato precoce com conteúdos não propícios, até possível exposição da própria vida, pedofilia, queda no desempenho escolar por conta de déficit de atenção além de dificuldades de aprendizagem, problemas comportamentais e uma lista extensa que hoje infelizmente não está tão bem endereçada como gostaríamos.

3.jpg

Contudo, nesse momento, vamos focar em um possível – e grave – dano que o uso excessivo de tecnologia pode trazer: a incapacitação de nossas crianças de realizar seus sonhos e de poder encontrar no mundo as respostas para as inúmeras perguntas da vida.

A tecnologia isola as crianças, formando pequenos narcisos que tem o anseio de se exibir e despreparadas para conviver no mundo real. A AVG Technologies apresentou uma pesquisa com famílias do mundo inteiro e mostrou que 66% das crianças entre 3 e 5 anos sabia usar jogos de computador e apenas 14% era capaz de amarrar os sapatos sozinha.

1.jpg

Posto esse cenário a nossa sugestão é para considerar levar seu pequeno para conhecer a imensidão azul e quem sabe alterar e contribuir para o futuro deles e consequentemente da sociedade. Em linhas gerais separamos alguns motivos básicos que naturalmente já modificam as questões apresentadas acima:

  • O surf ensina humildade: Não existe ser “o melhor“, quem manda na queda do dia é o mar e não sua performance.
  • Sem respeito pelo outros coisas graves podem acontecer: Se você não se perceber e respeitar o outro, uma colisão de pranchas pode machucar feio os envolvidos.
  • O surf auxilia na atenção: Surf é um esporte de percepção e também de detalhes, é preciso tomar cuidado em cada processo: colocar o leash, se aquecer, alongar, passar a parafina, colocar a roupa de borracha, remar, perceber a onda, remar no ritmo correto e sem atenção: os caldos serão a única realidade.
  • Não dá para ser preguiçoso e surfista: Os motivos são óbvios, mas podemos reforçar: afinal para acordar cedo, remar para atravessar a arrebentação, aguentar frio ou calor excessivo, treinar bastante e se manter frequente não dá ter preguiça, certo?
  • Obesidade pode ser evitada: O ponto acima ajuda a validar essa hipótese.
  • Sono de qualidade será uma opção real: Se as tecnologias podem prejudicar o sono, o surf irá auxiliar e muito – músculos cansados vão exigir descanso.
  • E O MELHOR: Não é possível entrar na água com nada eletrônico – desconexão temporária e provavelmente muito eficaz para evitar um vício sem remédio.

5.jpg

Se você ainda não está convencido, vamos mais a fundo – todos já ouvimos falar do formato apresentado nas principais e populares narrativas chamada de Jornada do Herói, é uma teoria que apresenta todos os passos que configuram a transformação do protagonista em uma jornada, presente em boa parte das histórias que conhecemos.

Pensando no propósito de transformar essa geração hiper conectada e ensina-los valores primários e importantes para o seu desenvolvimento e evolução criamos a crônica Jornada do Pequeno Surfista. Nosso objetivo? Ajudar nossos jovens a aprenderem com a natureza e conquistarem qualidades suficientes para enfrentarem todos os desafios no caminho de conquista dos seus sonhos.

0.jpg

O nosso jovem está em seu mundo comum, onde alguns dias são legais e outros são chatos, onde existe muita tecnologia que faz o tempo passar rápido e não necessariamente agregam algo e ele sente um vazio que não sabe descrever, vive seus dias sem propósito e sem desafios.

Esse jovem, que vamos chamar de Grommet é chamado para experimentar o surf, um esporte extremamente desafiador.

Ele irá negar porque não gosta tanto assim de mar, tem um pouco de medo e acha que é muito bobo ficar 5 ou 6 segundos em cima da prancha e depois cair…

7.jpg

Até que um sábio, um surfista experiente da família, um professor de escolinha, um padrinho, tio – irá convidá-lo para tentar e dizer que se ele nem tentar só mostrará o quanto é covarde.

Ele entrará no mar e passará a viver a experiência de estar desconectado, presente e 100% atento à tudo que acontece a seu redor, para garantir que não foi levado pela correnteza e que não tem nenhuma onda vindo que vai arremessa-lo.

Será um momento de tensão e tudo parecerá ameaça-lo, a força do mar, os surfistas vindo em sua direção, os banhistas bem a sua frente, o vento…

Mas sempre que ele tentar sair e desistir verá outros sorrisos, verá pessoas comemorando as ondas surfadas e rapidamente terá sua curiosidade motivada novamente. Receberá diferentes dicas dos outros surfistas mais experientes para se posicionar, direcionar o olhar e afins…

10.jpg

E quando ele ficar de pé pela primeira vez em sua prancha, teremos um ponto muito importante nessa jornada – ele descobrirá um prazer que não está disponível em nenhuma mobile store.

O surf é um esporte difícil como já mencionamos algumas vezes aqui e a dificuldade em evoluir e alguns dias de mar, frio, pequeno ou lotado poderão gerar uma crise e o surf perderá o sentido, o nosso surfista não irá mais querer saber nem de prancha, nem de mar nem de nada… Alguns amigos irão criticá-lo por não estar vendo as redes sociais e nem as series novas do Netflix…

Ele irá deixar a prancha de lado. Depois de um tempo sem o surf ele será impactado em suas redes sociais ou verá algo relacionado ao surf na televisão ou com algum de seus amigos e aproveitará a ida para praia para tentar de novo.

8.jpg

Nesse dia o mar estará lisinho, as ondas com a força ideal para levantá-lo e seu corpo descansado rapidamente irá dropar e deixa-lo em pé na prancha e com mais pouco tempo na água ele verá que tem muito para evoluir ali. Ele verá que não corre perigos quando respeita: o mar, os outros surfistas e os banhistas.

Ele voltará diferente, esse dia clássico irá conectá-lo de vez com o esporte, com o estilo de vida e a partir daí o surf virará uma jornada sem data para terminar [tem surfistas com mais de 40 anos competindo mundialmente] e viverá uma nova vida, completa, um vício poderosamente positivo, menos conectada, mais presente, mais molhada e muito mais enobrecedora do que aquela com o joguinho de matar zumbis.

11.jpg

Por fim, ninguém está pedindo para que você arremesse o ipad e o vídeo-game do seu filho na água – mas que coloque o surf como uma das opções que ajudam a equilibrar o uso. Se não for o surf, que seja o bodyboard, nesse caso serve também 😀 – e que assim como qualquer outra prática, também tenha seus limites para não sobrepor as obrigações e os estudo.

E aí? Vamos formar mais brasileiros para nos representar na elite? Estamos falando de meninos E meninas ok? Importante deixar bem claro, o surf é para todos 😀

O que você achou desse post? Escreve para gente e nos dê sua opinião! Curta nossa fanpage no Facebook e siga nosso perfil no Instagram.

FONTES:
DESENVOLVIMENTO DO BEBÊ
SEMPRE EM FAMÍLIA

  17 comments for “A JORNADA DO SURFISTA SE ASSEMELHA AO FORMATO DA JORNADA DO HERÓI E PODE TRANSFORMAR.

  1. pedro
    20 de Maio de 2016 às 19:31

    É isso estamos juntos!
    Parabéns pelo trabalho!!!

    Liked by 1 person

    • 21 de Maio de 2016 às 12:13

      Aloha pedro! Venha sempre aqui e peça ou sugira os conteúdos que quiser!

      Gostar

  2. Anny De Hauly
    2 de Setembro de 2016 às 3:25

    Simplesmente ameiiii meus filhos vao ser todos surfistas com certeza”

    Gostar

    • 8 de Setembro de 2016 às 0:30

      Boa sorte Anny! O surf pode salvar a humanidade! 😉

      Gostar

Go For It!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: