CINCO FORMAS DE HONRAR O SURF SEM SUBIR NA PRANCHA

1.jpg

1. CUIDAR DAS PRAIAS

Nada como preservar o habitat natural do nosso esporte. Hoje, mais do que em qualquer outra época, é claro para qualquer frequentador o quanto um único papel que não foi para o lixo pode deixar nosso mar e nossas praias menos limpas. A melhor forma de conscientizar as pessoas ao nosso redor não é com xingamentos e sim com um bom exemplo, de recolher o lixo alheio para jogar fora mais tarde ou mesmo levar na bolsa de praia uma sacola plástica para que os pequenos gestos se transbordem em hábitos. Lugares como Equador e Austrália têm suas belezas preservadas porque aqueles que jogam resíduos ou fazem consumo de alimentos e bebidas nas praias são severamente multados. Além disso, o cuidado pode acontecer a distância: em sua própria casa fique atento com o descarte do lixo e reciclagem – afinal quando chove, todo lixo descartado inadequadamente segue pelos bueiros até os nossos oceanos!

2. CONTRIBUIR COM PROJETOS DO SURF

Outra maneira eficiente de honrar o surf é auxiliando [mesmo com o mínimo possível] projetos ligados direta ou indiretamente ao esporte. Doe agora mesmo ou já agende-se para participar de mutirões de limpeza e outros trabalhos voluntários. Alguns projetos [nacionais e internacionais] para você já conhecer:

3. DOAR DE ITENS DO SURF

Outro movimento que pode fazer toda a diferença é doar pranchas mais antigas para os iniciantes, ou vender a bons preços o que também pode mudar uma história. Recentemente nosso segundo brasileiro campeão mundial, Adriano de Souza, declarou durante seu discurso da vitória que sua primeira prancha custou 30 reais [o equivalente a 7 dólares]. Dá pra acreditar que não precisamos de muito para começar? Siga o exemplo e doe pranchas, astrodecks, streps ou qualquer outro objeto que não vá fazer falta e quem sabe assim não poderemos completar as lacunas referenciais do nosso país com novos ídolos.

3.jpg
4. FOTOGRAFAR O SURF

Se você gosta de fotografar, ou frequenta praias onde há surfistas na água, não deixe de clicar. Eternizar os momentos do deslizar sob as águas é de extremo valor para os praticantes não só pelo registro em si, como também para que eles possam evoluir suas performances através da auto observação. Esse bom costume dá até virar uma fonte de renda em alguns casos.

5. COMPARTILHAR O SURF

Pode parecer quase uma brincadeira, mas para que um esporte que tem tanto a ensinar, que tem sido capaz de mudar tantas histórias e que tem uma filosofia tão intensa e legítima ganhe mais incentivo, precisamos que as pessoas compartilhem em suas redes sociais: fotos, vídeos, posts, depoimentos, conteúdos em geral. Quanto mais as pessoas assistirem nosso esporte, mais poderemos ganhar aplausos, mais consciência de preservação traremos e deixaremos para as próximas gerações um país que tem ídolos reconhecidos por sua disciplina, por sua garra nas condições menos controladas do mundo e por serem os embaixadores do respeito ao nosso bem mais valioso: a natureza.

Já somos um esporte olímpico, mudar o mundo ficou ainda mais fácil! 😉

2.jpg

  3 comments for “CINCO FORMAS DE HONRAR O SURF SEM SUBIR NA PRANCHA

Go For It!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: