PORQUE “O SURF É UM ESPORTE INDIVIDUAL” NÃO É 100% VERDADE E O QUE FAZER A RESPEITO.

Sim, é verdade você surfa sozinho usando a sua prancha. Mas o que queremos provocar é que se você não respeitar quem está ao seu redor você pode se lesionar gravemente além de poder ter problemas quando está fazendo umas das coisas que mais ama na vida: surfar!

A boa convivência dos surfistas dentro do mar depende de algumas regras básicas, que devem ser seguidas por locais e principalmente por visitantes. Seguir estas regras garante a segurança dos surfistas e a harmonia dentro d’água.

Saber como se comportar no mar é uma questão de boa conduta, de bom senso e, principalmente, de respeito. É a melhor maneira de evitar os maldizeres, xingamentos, broncas, gritos ou até mesmo, nos casos mais sem noção, de ganhar aquele belo pontapé [ou pranchada] ao sair do mar.

Com a crescente popularidade do esporte, está cada vez maior o número de pessoas na água e infelizmente as boas maneiras no surf muitas vezes acabam sendo esquecidas – ou talvez nem conhecidas – e, assim, pegar onda pode se tornar mais perigoso e estressante do que deveria ser.

Uma das dicas iniciais é sempre consultar as condições do mar, além de conferir se está com todo o equipamento que precisa, e sempre usar leash [cordinha] para evitar que a prancha machuque alguém.

1. PRIORIDADE OU “DIREITO” DA ONDA

foto 2.jpg

O surfista que está mais próxima do pico [onde a onda quebra] tem a preferência de surfar a onda.

Se você estiver remando para a direita e o surfista à sua esquerda também, ou se a onda quebrar mais próxima da outra pessoa, a onda também é dela. Caso a onda quebre entre vocês, os dois podem pegá-la em direções opostas. [Relembre nosso post sobre prioridade aqui]

Uma exceção para esta primeira regra é no caso da existência de um “lineup” – uma fila – algo muito comum em point breaks. Nesse caso, independente do posicionamento, o surfista “da vez” tem a preferência da onda.

2. NÃO TENTE ROUBAR  A ONDA DO COLEGA

Muito em linha com a dica anterior: se alguém esta entrando/pegando a onda, nem pense em ter a cara-de-pau de tentar entrar nela também. Pode haver uma colisão, ou, entre uma manobra e outra, e vocês podem sair feridos.

Olhe para os dois lados antes de dropar, igual ao que se faz normalmente antes de atravessar a rua, e não rabeie ninguém que já estiver na onda. Se você dropar na frente de alguém sem querer e perceber, saia da onda assim que possível.

foto 3.jpg

3. NÃO ABANDONE SUA PRANCHA

Se você se deparar com uma onda na arrebentação, não largue a prancha e mergulhe sozinho. Dê um “joelhinho” ou “tartaruga“, e na pior das hipóteses, agarre sua bóia.

Isso é muito importante, especialmente quando o mar estiver lotado. Sempre tente manter controle e contato com a sua prancha para evitar acidentes. Elas são grandes e pesadas, se você deixa-la sair voando por aí, ela vai, eventualmente, acertar alguém.

4. NA HORA DE REMAR: NÃO FIQUE NO CAMINHO

No caminho de volta para o outside [fundo], depois de pegar uma onda, não reme em direção ao centro do lineup [onde as pessoas estão surfando]. A não ser que queria ser vaiado ou atropelado, reme pelo canal onde as ondas não estão quebrando – por fora das ondas, não através do meio delas.

foto 4.jpg

Quando estiver remando para fora [com a intenção de sair da água], não fique na frente de alguém que esteja pegando a onda a menos que vocês estejam muuuito distantes. Você deve ir depois da pessoa que dropou. Você vai apreciar isso na próxima vez que você mesmo estiver pegando uma onda.

O surfista na onda sempre tem prioridade. Se você se encontrar remando em oposição a uma onda com um surfista na sua direção, reme sempre em direção à espuma, se afastando da face limpa da onda, para a qual o surfista se dirige. Não tente atravessar a rota dele! Isto pode significar que você terá de lutar contra a espuma, mas é melhor do que ser atingido por um surfista em alta velocidade. No geral fique sempre atento ao que está acontecendo ao seu redor.

5. NÃO DÊ A VOLTA

Ou seja, não fique se reposicionando para ter o “direito à onda” sobre o surfista vizinho.

foto 5.jpg

Sendo um local ou não, mesmo que você consiga pegar todas as ondas e dar um show, espere sua vez. “Snakes” são extremamente irritantes – além de fazer com que os outros surfistas não tenham mais respeito por você. Isso também se aplica muito aos longboarders, kayakers, e stand up paddlers.

6. CONHEÇA [E RESPEITE] SEUS LIMITES

Conheça seus limites e não entre em condições de mar fortes demais para você. Observar o mar durante alguns minutos antes de entrar é uma prática muito saudável e pode evitar vários problemas. Sem ideias “suicidas”  para impressionar a/o paquerinha que está te assistindo.

Surfistas iniciantes devem ficar no inside [mais próximo da praia], até saberem que já tem a habilidade e confiança suficiente para surfar no outside. Melhor respeitar seus limites do que arrumar uma lesão gratuitamente.

foto 6.jpg 

7. TENTE CONHECER UM POUCO A NATUREZA

Ao surfar, você vai lidar com elementos da natureza cuja interferência sobre o mar é absoluta: a direção do vento, a formação das ondas, valas, correntezas, a direção de ondulação, os animais marinhos, entre outros…  É fundamental que o surfista tenha conhecimento desses conceitos. Assim pode evitar que muita coisa dê errado, e até proporcionar o conhecimento para saber onde estão as melhores ondas!

foto 7.jpg

8. RESPEITO GERA RESPEITO

Respeite os outros, para ser respeitado. Siga essa simples “etiqueta” e seja educado com os desconhecidos ao seu redor. Eles lhe retribuirão a gentileza.

Os moradores que vivem em áreas residenciais perto da praia também merecem o seu respeito. Quando ainda estiver em terra, não dirija de forma imprudente. Evite a famosa “farofa” na praia, isso é: som alto na areia, brigas, lixo, falta de educação, e coisas do tipo – todos nós conhecemos bem e sabemos que sem isso respeitaremos mais os que estão ao nosso redor.

9. CUIDE BEM DA PRAIA

NÃO A SUJE, simples assim. Coloque o seu lixo no lixo e, se puder, junte o que encontrar largado pela areia e mar – mesmo que não seja seu – para jogar no lixo depois. Em caso de ausência de lixeiras na praia, leve-o com você, tenha sempre bom senso e educação.
 foto 9.jpg

10. NÃO QUEBRA AS REGRAS!

Ninguém, no surf, saí por aí declamando as regras de etiqueta, mas se você falhar e dropar ou atrapalhar acidentalmente a onda de alguém, uma desculpa rápida é sempre bem vinda – e ajuda a reduzir a tensão nos lineups. Você não tem que rastejar aos pés de ninguém… bem, a menos que você tenha feito algo realmente horrível. Honestamente, avacalhar a onda de alguém e simplesmente ignorar o ocorrido, é a mais pura falta de educação.

E quem vive para surfar quer poder experimentar outra sensações bem diferentes da dos stress e das brigas. Make it peaceful! Anotou tudo aí? Então, bora pra água e boas ondas!

Go For It!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: