STAND UP PADDLE: ONDE COMEÇAR A PRATICAR? TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O ESPORTE

Sim, esse ainda é um blog de surf.
Mas achamos válido falar um pouco sobre Stand Up Paddle [SUP] porque o primeiro passo para você que quer aprender a surfar é se conectar com o mar. É preciso entende-lo minimamente e claramente respeita-lo, e por isso uma evolução gradual pode ser bem vinda.

Essa postagem é mais uma da série em parceria com as meninas do Hina Aloha [conheça mais aqui].

do surf stand up paddle 2.jpg

Simples assim: uma prancha, um remo e a natureza. Basta remar em pé em cima de um pranchão que você já estará praticando o Stand Up Paddle, também conhecido como SUP. Mas é só isso mesmo? Tão simples assim? Pois é!

Assim como surf, o stand up paddle pode ser praticado por mulheres, homens, crianças de uma faixa etária de 4 a 64 anos [ou mais] e diferente do surf pode ser praticado sem muita preparação física.

Desde a primeira experiência é possível ficar de pé, remar, aprender a subir e cair da prancha e curtir e a evolução é bem rápida, sendo uma excelente alternativa para a prática de esportes em ambientes bonitos, fora das academias, com a possibilidade de fortalecer a parte inferior e posterior do corpo. O equilíbrio é dado pela contração do abdômen e pela força nas pernas o que gera uma queima calórica relevante.

Por ser uma atividade sem impacto serve para reforço dos tornozelos e joelhos – o que pode ajudar você a se prevenir de uma eventual lesão. Além de proporcionar um desenvolvimento da concentração e do seu equilíbrio físico e mental pelo contato com a natureza.

do surf stand up paddle.jpg

É legal lembrar que muitos potenciais surfistas desistem de surfar logo no início da jornada, porque demoram bastante tempo para pegar a sua primeira onda e diferentemente de aprender a andar de bicicleta – a frequência é essencial para evolução no esporte. Variar as conquistas no SUP e no surf, podem ajudar.

A história do surf é muito semelhante a do SUP e ambas nasceram no HawaiiRelembre aqui – e lá pela década de 60 o SUP passou a ser considerado um esporte para ser praticado, na praia, em rios e represas sem ter que depender da ondulação.

 

O SUP no Brasil chegou por intermédio de dois surfistas [Jorge Pacelli e Haroldo Ambrósio] trazendo equipamentos mais modernos. Logo após, este interesse foi crescendo e se tornou febre, praticado em praias do Rio de Janeiro, São Paulo, no sul do país, lagos e rios em Brasília.

Querendo começar a praticar o SUP? A gente te ajuda!

Para os iniciante é melhor começar a praticar em uma lagoa, já ir ganhando confiança para que não se machuque ou se traumatize em um mar que parecia inofensivo e acabou te derrubando. O nível de dificuldade está relacionado ao local e não ao tamanho de uma potencial travessia.

Se estiver com medo opte por fazer o SUP com um colete salva vidas e tenha o leash bem preso no seu tornozelo para poder encontrar a prancha quando cair e por NADA NO MUNDO – abandone seu remo! O SUP tem dois estilos principais: wave e race.

do surf stand up paddle 4.jpg

O estilo wave é praticado no mar e nada mais é do que a união do surf clássico e moderno com o uso do remo. As competição funciona mais ou menos como nos campeonatos tradicionais de surf: os pontos são creditados de acordo com cada manobra feita pelo atleta, a técnica e o tamanho da ondulação.

Já o race trata-se de uma travessia, praticada em lagos, represas e água sem muito ondulação. O praticante tem como objetivo realizar o percurso estabelecido para prova em menor tempo e cruzar a linha de chegada. 

Uma única aula já é suficiente para conhecer as técnicas básicas e dicas do esporte: como remar inclinando o corpo para frente e tirar o remo da água antes de ele ultrapassar a linha do quadril, para não forçar a coluna lombar, por exemplo.

Onde praticar?

São Paulo:

  • Na Raia da USP rolam aulas às 12h30, segundas, quartas e sextas. É um bom local para se iniciar no esporte, ver se curte, e depois investir na compra da prancha e remo. Para remar na USP não é necessário ter os equipamentos, eles estão disponíveis para os alunos. Chegando lá, procurar por Betão ou Amendoim (11) 7806-7737.
  • Na Represa Guarapiranga, existem clubes com instrutores, como o Team Brazil. Na Represa o ideal é chegar cedo, na parte da manhã pois, após o meio dia a tendência é ventar bastante e isso pode não ser uma boa para os iniciantes.
  • Yacht Club Paulista, Tiago Barra é proprietário daBohralah, escola que ministra as aulas e promove o aluguel dos equipamentos. É lá que acontece o maior festival de SUP de São Paulo, o VASUPCUP. Além da parte recreativa, na qual participam praticantes de todas as idades, há uma competição que inclui atletas profissionais.
  • Team Brazil, ficalocalizado dentro do clube da AES Eletropaulo [ADC Eletropaulo]. São oferecidas aulas para iniciantes, para praticantes avançados e aluguel do equipamento.
  • Tempo Wind & SUP Clube,clube focado nos esportes aquáticos e oferece uma boa infraestrutura para os atletas. Além das aulas para iniciantes e do aluguel do equipamento, oferece o SUP Pilates [prática de pilates em cima da prancha].
  • Parque Estoril, localizadoem São Bernardo do Campo, conta com aluguel de pranchas e instrução para iniciantes. Quem quer estender o passeio também pode aproveitar as outras atrações do clube, como o Zoológico de São Bernardo e a prática de ginástica ao ar livre.
  • Suporte, aempresa de esportes conta com uma escola de SUP e Surf, onde é possível tomar aulas de aprendizagem e de técnicas de remadas.
  • Clube de Canoagem Matero, a escola é do atleta Alessandro Matero, um dos principais empreendedores do ramo e embaixador de SUP RACE no Brasil. O clube ministra aulas para todos os níveis.
  • Represa de Mairiporã, localizada no norte de São Paulo, faz parte do sistema da Cantareira e possui mais de 15km disponíveis para remadas.
  • Refúgio Cheiro de Mato, oecoresort oferece equipamento para seus hóspedes. Quem deseja passar apenas o dia pode contratar o day house, que inclui equipamento, todo o acesso à infra-estrutura do hotel e duas refeições [café da manhã e almoço].
  • No litoral em dias sem ondulação pode ser uma boa também. No Guarujá, juquehy, baleia e barra do sahy dá pra encontrar uma galera remando!

do surf stand up paddle 3.jpg

Rio de Janeiro:

  • Lagoa Rodrigo de Freitas [onde você também pode praticar wakeboard]
  • Praia de Copacabana, Leblon, Recreio, Macumba e Barra [tomando cuidado com as ondulações.]

Belo Horizonte:

  • Lagoa dos Ingleses é uma boa pedida!

Florianópolis:

  • Basta andar 1km da Lagoa da Conceição e você já verá inúmeras opções para o aluguel de pranchas de SUP [mesmo no frio!]

Amazônia:

  • Um dos lugares mais bonitos do mundo para se praticar o SUP com opções diversas como: Lago do Tarumã, Florestas Alagadas, Encontro das Águas e Rio Amazonas.

Pra nós surfistas, uma remadinha sempre faz bem pros ombros. E tem dia, principalmente aqui no Brasa que não tem onda mesmo né não?! Conhece mais lugares para praticar o SUP? Manda pra gente [contato@equipedosurf.com] e bora remar!

  1. Se for começar, não esqueça de se alongar!

Curtiu? Não esqueça de conferir as matérias e produtos irados das meninas do Hina Aloha!

FONTES:
http://www.supsurf.com.br/
http://www.obaoba.com.br/
https://pt.wikipedia.org
http://globoesporte.globo.com/

  1 comment for “STAND UP PADDLE: ONDE COMEÇAR A PRATICAR? TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O ESPORTE

  1. Pingback: stand up paddle

Go For It!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: