Mês: Dezembro 2016

RETROSPECTIVA DO SURF 2016

Mais um ano se encerra e com ele muita coisa para recordar, celebrar e até podemos dizer… Lamentar! Qual seu momento favorito de 2016?!

[Se quiser relembrar os acontecimentos com mais detalhes é só clicar nas palavras sublinhadas como essa aqui ao longo do post]

John John Florence foi o surfista mais novo a Ganhar o Eddie Aikau

Começamos esse ano com um fato histórico: John Florence se tornou o campeão mais Jovem da história do campeonato In memory of Eddie Aikau, que só acontece quando as ondas de Waimea no Hawai, ultrapassam os 20 pés. 

Forasteiro no topo do ranking mundial

Retrospectiva do surf - Wilko.jpg

Logo depois disso, assistimos um australiano – que até então sempre lutava para permanecer entre os top 34 – se destacar na perna australiana e vencer os dois primeiros eventos [Gold Coast e Bells Beach] chamando atenção de todos no mundo Do Surf.

Matt Wilkinson, mostrou seu backside sólido e agressivo e deixou os favoritos preocupados com sua performance, mas não conseguiu manter seu surf durante toda a temporada e acabou o ano em na quinta colocação. 

PROCURANDO POR MAIS SAÚDE MENTAL? VÁ PARA A PRAIA!

A ciência explica como!

Alguma vez você já passou um dia na praia e voltou para casa sentindo-se relaxado e rejuvenescido? Você pode concordar prontamente que a praia tem um efeito calmante, mas o que você talvez não saiba é que estar na praia pode ter um efeito representativo sobre a sua saúde e bem-estar, e pode mesmo mudar até mesmo seu cérebro. Vamos dar uma olhada em alguns dos benefícios cientificamente comprovados que a praia pode oferecer.

Segundo Lora Fleming, da Universidade de Exeter na Inglaterra, diz que a ideia de que a praia ajuda a nossa saúde está bem estabelecida. Os médicos do século XVIII costumavam prescrever viagens para o oceano para visitar “hospitais de banho”. Hospitais de banho eram clínicas especialmente projetadas que ofereciam tratamentos banho de água salgada. Fleming observa, no entanto, que isso se perdeu em algum momento e que os cientistas contemporâneos só começaram a olhar experimentalmente para os benefícios de saúde provenientes do oceano nos últimos tempos.

Mas enfim, o que acontece – que é cientificamente comprovado quando você entra em contato com a praia e a natureza ali exposta?

Foto 1 - Dosurf:córtex pré-frontal do cérebro é ativado.jpg

O córtex pré-frontal do seu cérebro é ativado

O córtex pré-frontal é uma área do cérebro associada com a emoção e autorreflexão [bem como outras funções diversas] e é ativado quando os sons do oceano são reproduzidos. Isso foi provado através de pesquisas de cientistas com participantes de estudos que foram expostos a sons e ruídos do oceano e tiveram suas atividades cerebrais observadas.

ANO NOVO LONGE DE PRAIA? APRENDA COMO EVITAR O MAU HUMOR!

Você esperou o ano inteiro pelo recesso e não vai conseguir ir pra praia?! Estava tudo certo e de última hora teve que mudar de planos? CALMA! Em 2017 terá muuuuuito surf pra você!

E pra você sobreviver, que tal comer alguns alimentos que podem melhorar seu humor?! Nós sabemos que às vezes, nós simplesmente não podemos controlar o nosso humor. Nosso ambiente externo e nossos hormônios muitas vezes tomam as rédeas em termos de como nos sentimos, e muitas vezes fazem isso de maneiras que nem sempre conseguimos prever.

Dito isto, a nossa dieta desempenha um papel enorme no nosso humor e é um elemento que nós podemos controlar naturalmente. Consumindo alimentos que são anti-inflamatórios e ricos em nutrientes essenciais, podemos ajudar nossos corpos ficar equilibrados.

Sempre falamos do lifestyle do surf, o quanto o mar nos ensina e até como surf é capaz de salvar a humanidade, o grande ponto é que nada disso vai se concretizar se estivermos estressados, cansados ou deprimidos.

Por isso achamos válido compartilhar com vocês algumas opções de comidas que podem mudar como estamos nos sentindo – para melhor.

do surf 1 espinafre humor.jpg

ESPINAFRE
Espinafre é um superalimento que ajuda o corpo de inúmeras maneiras: as folhas verdes também contém quantidades significativas de triptofano, além de ácido fólico. Ambos estes elementos químicos estimulam a produção de serotonina e lanches com espinafre podem certamente ajudar a mantê-lo mais feliz.

COISAS DO SURF PARA CONHECER ANTES QUE O ANO ACABE: SHARK & OS TUBARÕES

Shark e os Tubaroes - O inespe rado ataque no rio Sorocaba.jpg

Shark & Os Tubarões lança o primeiro EP “O inesperado ataque no rio Sorocaba”

Sorocaba pode até não ter praia, mas nada impede que aconteçam ataques de tubarões nas ondas sonoras de uma boa surf music. A banda Shark & Os Tubarões, após uma maré alta que invadiu alguns botecos da cidade, anunciou um tsunami que virá junto com o seu EP de estreia, “O Inesperado Ataque no Rio Sorocaba”.

Juntos desde o começo de 2016, o entrosamento entre os surfistas musicais Diogo Moraes (baixo), Luís Henrique Dall’ Ava (guitarra) e Bruno Kalash (bateria) veio rápido. O trio conseguiu remar junto para resgatar aquele surf rock que surgiu nos Estados Unidos nos anos 60, principalmente com a influência de lendárias bandas como The Ventures, The Surfaris, The Lively Ones.

A origem dos Sharks começou lá trás, quando Diogo conheceu Luís na primeira série e criaram uma banda de punk rock. Por serem um pouco ruins, as dificuldades para cover eram grandes e assim foram surgindo as primeiras improvisações, que são essenciais numa boa surf music.

Épocas de marolinha, mas de muito aprendizado.

O QUE ACONTECEU COM A BRAZILIAN STORM?!

do-surf-brazilian-storm-0

Após dois anos de títulos mundiais, a “Brazilian Storm” [“tempestade brasileira”, apelido dos surfistas do país que ganharam holofotes do Circuito Mundial de Surfe] terminou a temporada em branco.

No topo do mundo em 2014 e 2015, com Gabriel Medina e Mineirinho, respectivamente, desta vez os brasileiros viram o havaiano John John Florence levar sua primeira taça.

E o que justifica esse fato?

Uma conjunção de fatores explica as dificuldades dos surfistas: cansaço, lesões e falhas da arbitragem. Em relação aos últimos dois anos, todos ficaram abaixo de seus melhores resultados.

Miguel Pupo, 25, que terminou em 22º no Mundial, disse que este ano “foi difícil para todos os brasileiros“.

Houve baterias polêmicas do Gabriel [Medina] que poderiam ter feito a diferença no final. Teve lesão do Filipe [Toledo]. O Ítalo [Ferreira] começou o ano muito bem, chegou a segundo no ranking, mas quando veio para o Brasil caiu de rendimento. E o Adriano [Mineirinho] venceu no ano passado, mas neste acabou cansando, porque o título exige muito do atleta“, disse.

Para ele, “é difícil dizer que os brasileiros foram realmente prejudicados” pelos árbitros, porém ele acha que houve decisões equivocadas.

RECUPERE A FORÇA SEU CORE AGORA MESMO!

O core é sem dúvida a parte mais importante do corpo para todo e qualquer surfista, tanto para o equilíbrio quanto para evitar lesões na coluna.

Considerando que o Natal acabou de rolar e a muita gente exagerou, resolvemos começar a semana compartilhando o vídeo da Bodytech com algumas novas formas de fazer abdominais!

O vídeo vale cada minuto, pode acreditar! A ideia é você ir progredindo e não conseguir realizar tudo de prima!

Curtiu? Escreve pra gente! Treinar sempre pra surfar sempre! Não deixe de nos acompanhar no Facebook e Instagram e confira outros posts com treinos para o seu #ProjetoSurf #ProjetoVerão ou para 2017 mesmo… rs

FONTE

QUER SER FELIZ? DÊ UM MERGULHO NO MAR!

Enfim, os médicos descobriram o que já sabemos a algum tempo – veja no vídeo acima explicação completa sobre os benefícios do mar em nossas vidas.

O efeito positivo que o mar tem em nossas vida. No filme acima, veja item por item as vantagens de se manter sempre conectado com o mar.

Gostou desse post? Compartilhe!
Sabe mais fatos sobre o mar? Escreve pra gente!
Quer ficar perto do mar mesmo na cidade? Acompanhe nossas redes sociais: Facebook e Instagram!

Quer ver mais conteúdos como esse? Aqui tem vários:

ALOHA!

A CARTA DE NATAL DO SURF PARA O PAPAI NOEL!

Há quem diga que o Papai Noel não existe, nós sabemos que ele não só existe como pega altaaaaaaas!

do surf natal.jpg

Faaaaaala Noel, beleza?!

Esse ano de 2016 foi complicado pra muita gente, foi um ano de transformação e por isso resolvemos escrever essa carta para você antes que 2017 chegue do mesmo jeitão.

Queríamos começar pedindo para que você nos ajude a mostrar para as pessoas que a melhor hora para fazer o que a gente ama, no nosso caso, surfar, é agora. Mesmo se a pessoa não souber surfar ainda, ela precisa entender que a melhor hora para começar a tentar é agora e o melhor dia é hoje!

Seria legal se todo mundo soubesse que a coisa mais fácil que pode nos acontecer é errar, em todas as áreas da vida, todo mundo erra: os bilionários, os mais amados, os considerados mais felizes, os profissionais, os bem sucedidos, e se você parar pra pensar no mar é ainda mais fácil ter essa certeza: afinal todos somos iguais sob as ondas, todos podemos cair, cair feio, independente dos nossos bens e conquistas ou mesmo de nossa história de vida.

Noel, é difícil de acreditar, mas o que mais distancia as pessoas dos seus sonhos ainda é o medo, desde que o mundo é mundo esse é o maior obstáculo do ser humano e muitos já se afogaram nesse marzão que chamamos de vida apenas por não terem nem tentado remar contra isso. O que poderia nos ajudar a vencer isso? Fé? Ousadia? Crença de que a vida é uma só?

UM SONHO: SURFAR DURANTE A AURORA BOREAL

E como tudo na vida tem um preço para realizar esse sonho, o ícone Mick Fanning deve que suportar as nórdicas geladas águas da Noruega.

do surf mick aurora 4.jpg

O tri campeão teve um 2015 difícil, venceu os mais diversos desafios: foi atacado por um turbarão em J-BAY e também sofreu perdas na família enquanto tentava conquistar seu quarto título mundial. Esse ano ele ficou fora do circuito apenas explorando o resto do mundo e fechou sua coleção com chave de ouro: surfando na Noruega, sob a luz da aurora boreal.

O que ele ganhou? um surf colorido com ondas brilhantes de tirar o fôlego! Pelas fotos deu pra ver que ele fez bonito! E assistiu esse espetáculo natural de cima da prancha enquanto dropava as ondas que apareciam!

ANO NOVO: PRANCHA NOVA?

Se essa for uma realidade pra você saiba decidir entre uma prancha com três ou quatro quilhas e entenda como e quando usar!

qui.png

Com um incrível crescimento nos números de pranchas vindo com 5 encaixes como opção para as quilhas, a pergunta que fica é: Qual é a melhor configuração: três quilhas ou quatro quilhas?

Infelizmente, não existe uma resposta única para esta pergunta. Simplificando: as duas opções são muito boas, mas tudo depende do que você quer delas lá fora. Esta é a principal razão pela qual tantas pranchas são oferecidas com a opção de cinco quilhas para encaixe.

Suas quilhas são responsáveis por 40% da sua performance e da sua prancha. Trocar as suas quilhas, ou a configuração das mesmas, pode alterar drasticamente o seu desempenho. Relembre o tema aqui. 

%d bloggers like this: