ANO NOVO: PRANCHA NOVA?

Se essa for uma realidade pra você saiba decidir entre uma prancha com três ou quatro quilhas e entenda como e quando usar!

qui.png

Com um incrível crescimento nos números de pranchas vindo com 5 encaixes como opção para as quilhas, a pergunta que fica é: Qual é a melhor configuração: três quilhas ou quatro quilhas?

Infelizmente, não existe uma resposta única para esta pergunta. Simplificando: as duas opções são muito boas, mas tudo depende do que você quer delas lá fora. Esta é a principal razão pela qual tantas pranchas são oferecidas com a opção de cinco quilhas para encaixe.

Suas quilhas são responsáveis por 40% da sua performance e da sua prancha. Trocar as suas quilhas, ou a configuração das mesmas, pode alterar drasticamente o seu desempenho. Relembre o tema aqui. 

A fim de compreender melhor a utilidades das suas quilhas, é importante entender a história e a evolução das mesma:

  • A Single Fin ou Mono Quilha veio para ajudar a pranchas grandes e pesadas a terem mais tração e estabilidade
  • Twin Fins ou Bi Quilhas, por outro lado, entraram em cena para ajudar a soltar mais as pranchas deixando elas mais manobráveis.
  • Thruster ou Tri Quilha, foram inventadas por Simon Anderson, um surfista grande e pesado que perdia velocidade facilmente com as Twin Fins. A soma de uma quilha central acabou oferecendo mais controle e tornou possível voltar das manobras com mais velocidade. Deu tão certo que até hoje são a configuração de quilhas mais usadas pelos surfistas, porque oferecem equilíbrio entre direção, velocidade e controle.
  • A Quad ou Quadri Quilhas, praticamente combina atributos da Bi Quilha e Triquilha. Acrescenta firmeza na linha com velocidade sem a resistência da da Triquilha e mais maleabilidade e controle do que uma Biquilha.

Então… Quando e POR QUE devemos considerar a quadri quilha como opção??

foto 4.png

A Quadri preenche o vazio que fica entre a Triquilha e Biquilha, e entrega uma prancha mais rápida, mantendo a mais solta e também com controle. Podendo ser usadas em ondas pesadas, tubulares, grandes ou pequenas. Dependendo da colocação das quilhas.

Em dias menores, para usar a Quadriquilha, é necessário deixar as quilhas traseiras um pouco mais para cima da prancha, ou seja, mais próxima das quilhas dianteiras, isso vai fazer com que ela fique mais solta, permitindo manobras rápidas e soltando a rabeta com mais facilidade, além de maior velocidade, por causa da menor resistência proporcionada pela ausência da quilha central.

Em dias maiores e tubulares, as quilhas traseiras tem que ser colocadas com uma distância um pouco maior das dianteiras, aumentando a área que vai estar em contato com a água, deixando mais segura sem perder velocidade.

Você vai conseguir ir mais alto nas ondas mais cavadas, pois tem duas quilhas em contato com água. Sem esquecer que ganhará velocidade por não ter a quilha central.

Quando e porque devemos optar pela Tri quilha?

foto 3.jpg

Existe uma boa razão, para a triquilha ser a configuração mais usada nos últimos 30 anos: Sim, simplificando elas são previsíveis e funcionam muito bem.

Mas se as Quadriquilhas são tão funcionais, por que ainda usar as triquilhas?

As triquilhas são excelentes para aqueles dias de ondulações perfeitas, nestes dias a triquilha te dá mais tempo para realizar a manobra, fazendo com que as curvas fiquem mais redondas, ao invés de passar a seção com muita velocidade. Elas te dão um controle útil, para surfar ondas de qualidade. Pensa naqueles dias de ondas longas com muitas seções de manobras, como rasgada, batida e cut backs. São esses os dias que a tri quilha vai ser sua melhor opção.

As tri quilhas também funcionam em dias de ondas menores e também em dias de mar grande, você precisa testar e ver como melhor se adapta. Hoje em dia pode se ver alguns surfistas de ondas grandes que vão de quadri, para ter mais velocidade e uma linha alta na onda e alguns que preferem a estabilidade necessária que as tri quilhas podem oferecer.

Agora, qual prancha eu devo escolher?

Primeiro veja qual a prancha ideal para você, para isso entenda o tamanho, largura, flutuação volume entre outros detalhes. Se puder na hora de comprar ou fazer uma prancha faça a opção por 5 encaixes para as quilhas, assim você pode optar para decidir dependendo do tipo de mar. Afinal surf é experimentação, estes encaixes extras não vão fazer uma diferença notável na sua prancha.

Alguns shapers tem modelos projetados para funcionar com tri ou quadri quilhas, mas raramente para as duas configurações, devido a diferenças que o bottom da prancha tem que ter para se encaixar melhor as quilhas.

foto 2.jpg

Resumindo em poucas palavras: vale a pena fazer sua prancha com 5 encaixes. Pois a cada dia que passa os estudos crescem e novas pranchas são criadas para que se adequem a esses dois tipos de configuração de quilhas.

Você não esta perdendo nada! Pelo contrario, só está ganhando e você nunca vai saber qual a configuração melhor se não for lá e TESTAR!

Depois conta pra gente! 😉

FONTES:
The Inertia
Surfline

Go For It!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: