Mês: Fevereiro 2017

VOCÊ PRECISA SE FORTALECER PRA SURFAR MAIS E MELHOR!

E por isso separamos alguns tradicionais circuitos pra você treinar na sua casa mesmo, no parque, ou em qualquer lugar – sem desculpas!

Quer mais circuitos além desses? Acesse nossa categoria Treino D’Água que tem váriooos!

CIRCUITO UM:

Você deve se manter por 20 segundos em cada exercício, e quando acabar o a série – sem intervalos entre os exercícios – você tem direito a 2 minutos de descanso. Você deve repetir a série 3 vezes, se estiver com disposição 5  e se quiser se desafiar, 7 vezes!

1.png

CIRCUITO DOIS:

O mínimo são 4 séries com descanso de 1 minuto entre elas. Quando você quiser REALMENTE mudar sua forma física e seu condicionamento, repita essa sequência 7 vezes, para que um dia você repita 10 vezes.

2.png

A VERDADE SOBRE SURFAR ONDAS GIGANTES…

do-surf-verdade-ondas-gigantes-1

É impossível não ficar impressionado com a coragem daqueles como Carlos Burle, Pedro Calado, Maya Gabeira e Pedro Scooby que enfrentam ondas gigantes pelo mundo afora.

Claro que uma onda de 15 pés é diferente de uma de 100, mas o impacto para nós, relés mortais é bem potente nos dois casos.

Lendo alguns depoimentos sobre quem já se aventurou nessa experiência de vida ou morte, encontramos alguns comentários que valem a pena ser divididos.

É impressionante e inspirador ver TANTA água se movendo de maneira organizada, o volume de água tem valor cúbico, sendo assim uma onda de 15 pés tem 30 vezes mais água que uma de 5.

Estar no oceano em dias de ondas grandes é conhecer verdadeiramente o significado da palavra impotência. Você experimenta a emoção e o medo na mesma medida, desejando muitas vezes se teletransportar de volta pra terra.

O processo de entrar em um mar gigante e realmente pegar uma onda pode durar facilmente mais do que uma hora. Passando a remadeira para chegar no pico, é necessário ficar sentado até se sentir confortável para entrar na onda correta e ter fôlego pra isso. Nos vídeos tudo parece mais fácil

do-surf-verdade-ondas-gigantes-2

16 COISAS QUE FARÃO VOCÊ SE SENTIR ARREPENDIDO QUANDO ENVELHECER.

20e92bce21add365bebae60eaf630886.jpg

  1. Não ter acordado cedo para surfar.

Com o passar dos anos você descobrirá o quanto seu dia pode render mais se você acordar cedo e nos dias de crowd estará arrependido de não ter adquirido esse hábito antes.

  1. Não ter aceitado os bate-voltas da semana.

Parecia loucura há alguns anos acordar as 4h da manhã, ir surfar, tomar uma ducha em algum lugar e ir trabalhar. Hoje com mulher, filhos e muita responsabilidade – impossível.

  1. Não ter começado a surfar antes.

Adiou TANTO para começar, disse que tinha medo do mar, que não sabia remar… Agora se arrepende de não surfar muito melhor pela falta de prática.

  1. Não ter passado o protetor solar corretamente.

Se só rugas aparecerem, tudo bem, maaaaaaaaaas câncer de pele é uma realidade mafriend.

  1. Ter usado o medo como desculpa para não ir além.

No futuro você vai olhar pra trás e pensar… Do que eu tinha tanto medo? Sair da minha zona de conforto?

  1. Não ter treinado o suficiente.

A gente CANSA de falar por aqui da importância de um bom treino para melhorar sua performance no surf, isso lá na frente será um arrependimento sombrio!

ENTENDA PORQUE O SURF É UM DOS MELHORES EXERCÍCIOS CARDIOVASCULARES.

Um dos motivos pelos quais o surf é um esporte adorado e de tantos viciados e apaixonados é porque ele é um dos melhores [e mais divertidos!] exercícios cardiovasculares. E assim como corrida é capaz de fortalecer seus joelhos, quadris e costas.

Qual outro esporte de baixo impacto que faz com que você mantenha sua frequência cardíaca acima da zona de conforto de 65% ou 85% por horas combinada com um largo sorriso?

do surf cardiovascular.jpg

Há quem discorde, mas nenhum outro esporte é capaz de deixar as pessoas felizes por tanto tempo depois de sua prática.

Curiosamente, há uma escassez atual de pesquisas que examinam o que acontece fisiologicamente com nossos corpos ao surfar. Alguns pesquisadores, como Oliver Farley, está trabalhando em seu doutorado na ciência do surf na Austrália, examinando perfis fisiológicos de surfistas competitivos.

No verão passado, alguns professores implementaram vários estudos relacionados ao surf que estudam a fisiologia e a biomecânica do surf. Um dos maiores estudos de surf [600 pessoas] atualmente sendo conduzido examina a resposta de freqüência cardíaca durante o surfe em surfistas não-profissionais entre as idades de 20-70. Outros estudos analisam o equilíbrio, a dominância da perna e outros fatores.

do surf cardiovascular 2.jpg

ELE QUER SURFISTA PROFISSIONAL E PRECISA DA SUA AJUDA!

Ruan Guimarães, filho de Jeferson Rocha – um surfista que sempre assinou as ondas de Balneário Gaivota [SC] – começou a se aventurar no mar aos 5 anos de idade e a paixão começou. Depois disso, ele não largou o surf nunca mais.

Família humilde, cidade com pouca visibilidade, e nenhuma AUTOPIEDADE. Ele treina, se dedica, evolui e nunca deixou de correr atrás do seu sonho.

O esporte sempre fez parte da sua vida, mas com o surf foi bem diferente. Não conseguiu mais largar. Uma onda foi suficiente para aprisiona-lo no vício de desafiar o mar e suas sinuosas ondas.

guimaraes3.jpg

guimaraes6-1.jpg

É MESMO NECESSÁRIO TER DINHEIRO PRA VIAJAR?!

Eles não tinham dinheiro para realizar as tão sonhadas surftrips e foi com essa ambição reprimida que resolveram criar uma rede social de colaboração entre surfistas. O portal criado por dois franceses ajuda surfistas na troca de experiências, equipamento e hospedagem em viagens. Irado, não?!

Como praticamente todo bom surfista, e como nós mesmos, os franceses Philippe e Sylvain Garms sempre tiveram o sonho de viajar e explorar o mundo em busca das melhores ondas. O problema é que, sempre que um plano de surftrip era bolado, surgia um empecilho: como pagar por viagens TÃO caras? Além das passagens, surfistas que se aventuram em outros locais que não os deles costumam sofrer com os altos preços das hospedagens e outros custos da viagem. Foi quando, durante uma dessas trips, surgiu uma ideia – das boas!

do surf viajar sem dinheiro.jpg

A dupla combinou de trocar de casas com um grupo de amigos durante uma viagem e adorou a experiência de se hospedar em um ambiente que respirava surfe, já que os moradores da casa também praticavam o esporte. Eles, então, decidiram criar a “Swap and Surf“, uma rede social para conectar surfistas viajantes de todo o mundo.

FINAL DE SEMANA DE 3 DIAS SIM! POR QUE NÃO?!

Segunda-feira, para muitos é o mais odiado dos dias. Você chega no trabalho, desaba na sua mesa e espera a hora do almoço chegar. A ressaca pós fim de semana afeta a vida do trabalhador em qualquer parte do mundo, do Brasil ao Japão. Em 2005, uma pesquisa de uma universidade japonesa constatou um pico de 20% no número de ataques cardíacos – adivinha quando? – sim, na segunda-feira!

 do surf fim de semana 3 dias monday.gif
Para muitos, a volta da correria do trabalho somada ao período de descanso insuficiente explicam o ódio do trabalhador com o primeiro dia útil da semana. Depois de feriados prolongados, quando temos direito a 72 horas de descanso e relaxamento, é comum ter quem pergunte: e se fosse sempre assim? E se todo fim de semana tivesse três dias? Bem, essa ideia não é tão louca quanto parece. Listamos oito fatos que provam que faz sentido perseguir e lutar por essa dinâmica:

1 – Finais de Semana de 3 dias já existem por aí

A maior prova de que todo fim de semana poderia ser prolongado é porque essa é a realidade em algumas partes do mundo. Na Holanda, uma a cada três pessoas trabalha apenas 4 dias por semana. Segundo a BBC, no Reino Unido a semana de quatro dias é comum há muito tempo, pelo menos para algumas profissões.

Os Estados Unidos, país símbolo máximo da lógica “o trabalho engrandece o homem“, também já colocou o fim de semana prolongado em prática. No estado de Utah, em 2008, o governo reduziu um dia de trabalho, embora não tenha diminuindo a quantidade de horas trabalhadas na semana: continuaram 40, mas distribuídas por 4 dias. Três anos depois, o governo mudou e a medida foi desfeita, mas não porque as pessoas estivessem infelizes. Dois terços dos funcionários disseram na época que estavam mais felizes e também mais produtivos no trabalho.

Ok, é possível, mas só em países desenvolvidos“, você pode dizer. Então segura essa: no começo deste ano, Yahya Jammeh, o presidente da Gâmbia, na África ocidental, determinou que toda semana teria 3 dias de descanso para os funcionários públicos. Segundo ele, o dia a mais seria para cada trabalhador relaxar e orar, e realizar quaisquer outras atividades.

A VERDADEIRA CONEXÃO ENTRE JUVENTUDE, SURF E SUSTENTABILIDADE.

Lizzy é uma daquelas mulheres que podemos chamar de filha da maré. Ela é a personificação de tudo aquilo que o esporte precisa para transbordar oceano à dentro. Uma artista, absolutamente diferenciada: já foi dona de uma marca de surf alternativa, produzindo peças de roupa de maneira colaborativa com outros artistas apenas para amigos e familiares oferecendo consciência ambiental e provocando um culto a natureza.

Ela faz arte com aquilo que a inspira, no caso, o mar, e todos os seus personagens aquáticos.

O surf é meu caminho para uma consciência mais elevada. É uma maneira de compreender todas as coisas, porque permite um estado de serenidade e exige presença – que me faz ver todo o resto das questões, mais tarde

O que faz dele merecer ter sua arte exposta aqui? Ela, evidentemente, acredita no poder do surf como uma ferramenta para promover a mudança positiva. Ela hoje assina a parte gráfica da ideia MY DESTINY  – um projeto sem fins lucrativos que apresenta os valores do surf como uma alternativa para os jovens ampliarem sua consciência sobre sustentabilidade social, econômica e ambiental.

ELE LARGOU O TRABALHO, CASOU E FOI PARA O SRI LANKA

Esse sujeito largou seu trabalho, casou-se com sua namorada, viajou para Sri Lanka, e fez um incrível filme sobre sua viagem:

No ano passado, Sebastian Linda deixou seu emprego, casou-se com sua namorada, foi para o Sri Lanka, e criou uma obra-prima inspiradora. Como se isso não bastasse para aguçar ainda mais sua vontade, Sebastian acrescentou algumas narrativas interessantes, embora provocadoras, do falecido Alan Watts. Este vídeo causou arrepios em nossa espinha, e ele mais do que provavelmente fará o mesmo a você!

Existe um mundo grande e bonito lá fora. Vá explorá-lo!

QUANTAS PRANCHAS VOCÊ REALMENTE PRECISA?

A gente te ajuda a fazer essa conta já que a dúvida é comum para vários surfistas! Mas vale lembrar que não existe uma única resposta para essa pergunta já que cada surfista é único e tem seus próprios hábitos e preferências. Um surfista profissional obviamente precisa de mais pranchas que eu e você, concorda?

do surf quantas pranchas.jpg

Mas se for um surfista frequente acreditamos que quatro pranchas seja mais do que suficiente para o seu quiver.

Se você for um iniciante um longboard ou um funboard serão mais do que suficientes, e só depois de dominar essas pranchas quase sem pensar antes de agir que vale investir na próxima ok? Dê tempo ao tempo.

A sugestão de ter quatro pranchas está diretamente ligada a sua diversão! Ter mais de uma opção para a inconstância do mar pode ser uma saída excelente para que você consiga aproveitar a maioria dos dias sem se frustrar.

%d bloggers like this: