ADRIANO DE SOUZA É VICE CAMPEÃO DE MAIS UMA COMPETIÇÃO!

No Hawaii, o brasileiro só ficou atrás do australiano Soli Bailey, que venceu gigantes para levar o caneco!

Do surf adriano pipe.png

Adriano de Souza foi vice campeão do  Pipe Pro 2017. Mineirinho que sempre fica no Havaí no início do ano aproveitou para surfar alguns dias de Pipe sem crowd durante a etapa do WQS e de quebra, quase levou o caneco.

Adriano só foi vencido pelo australiano Soli Bailey, o primeiro australiano a vencer este campeonato que só foi vencido por três caras nos seus sete anos de existência: Kelly Slater venceu duas vezes. John John quatro e Jamie O’Brien uma. Soli foi passando baterias durante todo o evento sem muito alarde, mas surfando de maneira sólida e inteligente. Tática que lhe rendeu o caneco, bons pontos na corrida por uma vaga na elite do surf mundial e a visibilidade que precisava. 

Como azarão do dia ninguém imaginava que o garoto de 21 anos de Byron Bay seria coroado. Apesar de ter quase se classificado para a elite no ano passado, o surfista ainda não era muito conhecido por surfar boas ondas em Pipe. 

Durante a final, o oceano não proporcionou tantas ondas. Mas Soli foi inteligente e pegou logo uma boa para sair na frente, e nem o campeão mundial Adriano de Souza, nem o queridinho de Pipe, Bruce Irons, e nem Griffin Colapinto, a nova sensação de San Clemente, conseguiram o alcançar. Griffin ficou em terceiro e Bruce em quarto.

Do surf adriano pipe 2.png

Já Adriano de Souza  fez a sua segunda final no evento. Em 2014, o brasileiro foi o quarto colocado na decisão com Slater, Wiggolly Dantas e Mason Ho. Desta vez, o campeão mundial de 2015 foi ainda melhor, mas o dia era de Soli Bailey. Mineiro terminou em segundo com notas 4.50 e 3.93, levando US$ 6 mil para casa. O atleta assumiu a mesma posição no ranking do QS com este único resultado, ultrapassando até o norte-americano Cam Richards, que já participou de três eventos com 1.000 pontos e fez duas finais na Austrália, vencendo uma prova e ficando em segundo na outra.

 

Pela vitória, Soli Bailey embolsou US$ 12 mil e somou 3.000 pontos no ranking da divisão de acesso do Circuito Mundial, assumindo a liderança com apenas um resultado.

FONTES:
WAVES
REDBULL

Go For It!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: