#ELAS-FIZERAM-HISTÓRIA

Você ainda não conhece as 10 das mulheres mais incríveis que marcaram a história do surf?

Que pena, elas são algumas das protagonistas históricas comprovam a habilidade feminina nas águas! Você precisa conhece-las para honra-las e poder pedir sua “ajuda energética” na hora de dropar ondas pesadas!

1- RELL SUNN

Rell Sun.png

Você não é nomeada “Rainha de Makaha” do nada. Ela é uma verdadeira sereia, que trouxe graça e poder para o surf mesclando o esporte com arte. Sempre deslizando ao longo da superfície ela nos ensinou um pouco do que é a real conexão com a onda e o oceano. Ela foi a primeira salva-vidas Havaiana do gênero feminino, uma das surfistas pioneiras, além de uma renomada mergulhadora – uma verdadeira veterana do canal de Molokai.

2- LISA ANDERSEN

Lisa Andersen.png

Podemos nomeá-la como a embaixadora da rasgada feminina. Já venceu muito surfista por aí e levou o surf feminino para um patamar superior. Foi capa da revista SURFER onde a manchete dizia: Lisa Andersen surfa melhor do que você! Ela vem de uma época onde não haviam opções de roupa para as surfistas mulheres, nem mesmo a Roxy existia. Ela foi quatro vezes campeã mundial e foi com certeza uma das principais responsáveis pela criação do mercado de equipamentos femininos.

3- PRINCESA KAIULANI 

Princesa Kalanui.png

Sem essa ousada princesa era possível que o surf nem existisse. Acredite ou não, nós temos uma imensa gratidão pela coragem dessa mulher! Após a vinda dos missionários para o Hawaii para oprimir o povo e PROIBIR o surf, foi ela que – contra todas as leis estabelecidas – remou para o fundo e levou seu povo de volta às origens – dentro do oceano, e surfando!

4- MARGO OBERG 

Margo Oberg.png

Considerada à primeira surfista profissional feminina Margo Oberg surgiu no meio das fileiras masculinas em plena revolução. Com sua flexibilidade Oberg extrapolou os limites do surf e indústria esportiva se reinventou: criando pranchas menores e mais manobráveis. Em 1975 ela foi a primeira competidora mulher no circuito.

5- GIDGET

Gidget.png

Bom, ela nem é uma mulher real, Gidget é um personagem fictício de Frederick Kohner baseada em sua própria filha. Ele acabou criando um ícone da cultura pop que ainda é replicada nos dias de hoje. Ele começou com um livro, que virou série de TV e fez parte da indústria praiana de Hollywood influenciando a moda, a linguagem e até a maneira como imaginamos o surf atualmente.

6- KEALA KENNELLY

Keala Kennelly.png

BIZARRA define. Ela é de longe uma das mais corajosas e inacreditáveis surfistas profissionais do mundo e faz Teahupoo parecer uma ida ao parque. Indiscutivelmente talentosa ela é porta voz de muitas batalhas contra a desigualdade entre homens e mulheres no surf profissional – ela é uma das mais ferozes, e possivelmente, a pioneira em vários feitos aquáticos.

7- SARAH GERHARDT

Sarah Gerhardt.png

A primeira mulher a surfar Mavericks é suficiente ou não? O feito foi em 1999 e desde então muitas mulheres se inspiraram por sua coragem e enfrentaram as maiores forças da natureza mostrando ao mundo que não há fragilidade nenhuma nas surfistas mulheres que estão espalhadas por aí.

8- MARGE CALHOUN 

Captura de Tela 2016-03-20 às 19.59.51.png

Considerada a primeira campeã mundial do surf feminino. Depois de vencer alguns concursos ela continua sendo uma das primeiras a surfar no Hawaii. Marge foi inclusa na calçada da fama do surf de Huntington Beach.

9- ISABEL LETHAM 

Captura de Tela 2016-03-20 às 20.00.34.png

Aprendeu a surfar como memorável Duke Kahanamoku e surfou sua primeira onda em 1915 em Freshwater Beach, em Sydney. Já era uma experiente nadadora, salva-vidas e instrutora e foi quem ajudou a introduzir o surf na Austrália por ser uma das primeiras locais a usar uma prancha de surf. Por mais que muitos contem uma história diferente – o fato é claro: Letham deixou sua marca na história do surf.

10 – LAYNE BEACHLEY 

Layne Beachley.png

Por último, mas não menos importante está a sete vezes campeã mundial – em sete vitórias consecutivas, o que faz dela uma atleta única [considerando homens e mulheres] – Layne subiu em todos os rankings e mostrou para o mundo o que é um cutback nervoso. Sua habilidade na rasgada se confunde com sua coragem, afinal ela foi uma das primeiras mulheres à surfar ondas gigantes.

O que seria da história do surf sem essas mulheres?
Queremos mais histórias como as mencionadas acima e menos mulheres de tanga! Let’s ride girls!

Sentimos falta de uma brasileira nessa história… Um país de tantas praias e mulheres de garra – por onde estará nossa menina?

Go For It!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: