SURF NA ÍNDIA – ENTENDA MAIS!

A Índia tem nada mais nada menos que 7500 quilômetros de costa, e por isso, apesar de não ser muito comentada como um pico de surf, há infinitos surfspots por lá. As maiores ondas rolam, geralmente, entre Maio e Setembro, durante a época pré monções ou nas monções. E por isso resolvemos colocar 5 coisas que mesmo os surfistas curiosos e viajados, não sabem sobre o surf na Índia!

1 – A Índia tem muita, mas MUITA onda boa! 

As melhores ondas da índias e as mais famosas são Mahabalipuram [Tamil Nadu], Kovalam [Kerala], Covelong [Tamil Nadu], Auroville [Tamil Nadu], Varkala in Kerala, Little Andamans e Lakshadweep. Um Google e algumas delas e você vai entender que a Índia pode sim ser um dos seus próximos destinos para uma surf trip.

Foto 1.pngLakshadweep é um dos lugares com as melhores ondas foto: Rammohan Photography

2 – A Índia tem um cenário forte no surf

Ao todo são 8 campeonatos de surf em média por ano realizados no país. O maior deles é o International Surfing Championship. Além disso, são 11 escolinhas de surf espalhadas pelo país. Quase todas as escolinhas oferecem além das aulas de surf, acomodações e também aula de yoga. 

foto 2.pngSurfista local durante um campeonato regional

3 – Os maiores talentos do esporte são, normalmente, de vilas de pescadores!

Pescar a noite toda e surfar o dia inteiro. Este é o lema da vida simples da maioria dos surfistas indianos. Quase todos eles são pescadores que tem uma relação próxima com o oceano. Os mais conhecidos são Appu, Dharini e Raghul.

foto 3.png

4 – A Índia produz suas próprias pranchas

Pranchas são realmente caras na Índia. Com a taxa altíssima do dólar e todos os impostos, as pranchas importadas chegam a preços elevadíssimos. Há alguns anos, o surfista australiano Dave Hearns, que mora em Mahabalipuram, abriu a primeira fábrica de pranchas da Índia – a Temple Surfboards. Sob sua supervisão, o surfista e pescador Santosh Moorthy se tornou o primeiro shaper da Índia. Depois disso, outras fábricas começaram a pipocar pelo país.

 

foto 4.pngTamil Nadu é surfista de uma vila de pescador. foto: Abhishek Khan

5 – Existem, pelo menos, 3 bons documentários sobre o surf na Índia

A Rising Tide

O primeiro curta metragem sobre surf indiano. A Rising Tide foi feito pelo pessoal do Shaka Surf Club e da Mosambi Juice Production. O filme mostra as pessoas que construíram a cena do surf na Índia.

Beyond The Surface

Ishita Malaviya, a primeira surfista mulher da Índia viaja ao sul com outras garotas, documentando os dias de surf, yoga, e ações ecológicas, trazendo esperança e amor para várias pessoas no caminho.

Surfing Possibility: Surfer Girls of India

Os primeiros surfistas da Polinésia, de fato, eram mulheres. Brown Girl Surf, a produtora do filme, tem esse nome em homenagem a essas mulheres. Isso não é um documentário, tecnicamente, mas passa uma linda mensagem.

Go For It!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: