AQUECIMENTO PARA O SURF: QUANTO MAIS, MELHOR!

foto 2.jpg

O aquecimento geralmente não é levado a sério antes de uma sessão de surf nem por surfistas amadores e nem mesmo pelos não-atletas, a fissura de entrar no mar acaba por nos fazer esquecer desse tão essencial hábito. No verão com altas temperaturas e com água quente muitas vezes nem sentimos sua falta e no inverno, quando estamos mais preguiçosos, com a queda das temperaturas nosso organismo precisa se proteger do frio ainda mais para, inclusive, diminuir as chances de lesões.

Nossas habilidades motoras melhoram quando estamos sob maiores temperaturas fazendo com que o  impulso nervoso se propague mais rapidamente, aprimore a velocidade de contração do músculo e da força gerada, proporcionando um alerta antecipado para controlar problemas musculo-esqueléticos ou cardio-respiratórios, potencializados no inverno devido às baixas temperaturas dentro e fora da água.

O aquecimento serve para aumentar progressivamente a frequência cardíaca, pressão sanguínea e consumo de oxigênio para que nosso corpo não sinta as grandes diferenças de temperatura de inverno quando estivermos na água.

Simplificando: Podemos dizer que o aquecimento nada mais é do que a elevação da temperatura corporal visando alcançar uma frequência cardíaca e um fluxo sanguíneo adequado para do surf, proporcionando assim melhores condições de aproveitamento e performance no surf, sem os riscos de entorses, lesões e complicações cardio pulmonares.

aquecendo para surfas.png

TIPOS DE AQUECIMENTO PARA O SURF:

Aquecimento Global:
Através de movimentos rítmicos e contínuos, com o recrutamento de grandes grupos musculares, este tipo de aquecimento normalmente antecede um aquecimento especifico.
Exemplo: Corridas curtas, “polichinelos”, saltos e outros movimentos semelhantes.

Aquecimento Especifico:
Consiste no ensaio da habilidade neuromotora, através de movimentos específicos e localizados e direcionados para o surf.
Exemplo: Simulações de manobras, giros e rotações de quadril, simulações de braçadas e drops [Saltando do plano deitado para a “base”].

foto 1.jpgOS BENEFÍCIOS DO AQUECIMENTO ANTES DO SURF:

1 – Causa o aumento gradual na temperatura muscular o que reduz à probabilidade de lesão nos tecidos musculares que se tornam mais ágeis, reduzindo riscos de rupturas de fibras e tendões.

2 – Músculos aquecidos se movem mais rapidamente geram força com maior eficácia e realçam as transmissões neuro musculares para a contração. Melhorando as respostas do corpo na execução das manobras.

Tecnicamente falando, o aquecimento permite um aumento gradual nas solicitações metabólicas e isso faz com que a hemoglobina libere oxigênio para os músculos em funcionamento com maior rapidez, fazendo com que o desempenho físico seja mais eficaz.

O aquecimento é uma prévia e não o surf em si, então, cuidado! Comece a aquecer devagar para não se machucar aquecendo e faça isso de maneira que não entre no mar já cansado. O ideal é que você sinta o músculo sendo esticado, mas qualquer dor pode significar que você está fazendo isso da maneira errada!

Caso você não faça nenhum tipo de preparação especifica para o surf, não serão os exercícios de aquecimento que farão de você um grande surfista, mas é tomando os cuidados necessários que você estará sempre apto a melhorar sua performance. Mas se você precisar definir com que frequência precisa se alongar, a dica é SEMPRE que possível (quanto mais, melhor!)

Inspire-se com o aquecimento de Sally Fitz  antes de ir surfar:

Go For It!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: