Categoria: CAMINHOS SALGADOS

As histórias de quem já vive para água farão você entender melhor as motivações dos praticantes e o que os levou a trilhar seus respectivos caminhos salgados, seja para fazer do surf uma rotina, um lifestyle ou uma profissão.

AS MELHORES ONDAS DESSE MUNDÃO!

Você quer surfar? Você pode! Existe surf, como existe água, e como existe vento – em todo lugar!

Tem para todos os gostos e tem de todos os tamanhos. Tem mar transparente e cidade paradisíaca e tem mar mais escuro, menos esverdeado e centro históricos. Tem de tudo um pouco e não falta beleza.

Separamos as 22 melhores ilhas de surf do mundo para você decidir em qual quer fazer sua busca e já começar as economias. São opções realmente não óbvias e algumas até diferentes do que vemos no campeonato profissional.

  1. Bali, Indonésia

Captura de Tela 2016-04-29 às 14.35.30.png

Muitos dizem que é o lugar com as melhores ondas do mundo. Desde 1970 vem recebendo surfistas que buscam a perfeição das ondulações e acabam se encantando pela simplicidade e graça da cultura Hindu.

  1. Tavarua, Fiji

Tavarua fiji

É uma das ilhas tropicais mais bonitas do mundo, hoje, já possui acomodações mais luxuosas especiais para surfistas, que são guiados para as ondas mais perfeitas e tratados de maneira calorosa.

  1. Thanburudhoo, Maldivas

Thanburudhoo Maldivas

Uma ilha banhada pelo oceano índico virou uma opção para os surfistas que gostam de ir mar adentro em busca das melhores ondas – que abrem para os dois lados. Uma ilha que antes era uma opção pouco conhecida e secreta para alguns privilegiados tornou-se uma das opções favoritas de diferentes surfistas, a falta de controle se tornou tão grande que os ministérios de Maldivas já está prevendo transformar em uma espécie de boutique para surfistas se hospedarem e irem surfar.

CONHECER O AUSTRALIANO QUE ENSINA CACHORROS A SURFAR VAI SER A MELHOR FORMA DE COMEÇAR SEU DIA!

Chris de Aibotiz sempre foi um surfista apaixonado – e privilegiado. Nasceu na Austrália e morou no Hawaii por um bom tempo. Surfou, competiu, ganhou prêmios e até criou surf shops por aí. Mas parece que mesmo assim não se sentia completo…

Surf sempre foi uma paixão, mas… Cachorros também! E para se realizar completamente ele uniu as duas coisas e criou uma escola de adestramento natural para cachorros embasada pela equação: se você ensinar seu cachorro a surfar, pode ensinar qualquer coisa! 

Seu propósito está muito vinculado à tentativa de propor uma relação melhor entre donos e seus pets, evitando o aumento do abandono de animais. O treinamento pode ser apenas para o cachorro, mas o dono acaba também aprendendo muito e a relação dos dois, melhora consideravelmente.

Seu treinamento, executado há mais de dez anos, é embasado por um profundo conhecimento de linguagem corporal canina e uma tentativa de oferecer aos donos um maior conhecimento sobre os sinais enviados por seus amigos de quatro patas para uma maior conexão gerando correções de comportamento como: agressividade, rebeldia, ansiedade, desrespeito, falta de disciplina, medos, fobias e afins. 

Quando você surfa com o cachorro, ele pode olhar em volta e se divertir, mas precisa ficar sentado para não cair. É mais ou menos a mesma coisa que treiná-lo no dia a dia”, ele garante. Para o surfista, treinar os cães é a parte mais fácil. Difícil mesmo é treinar os donos…

JÁ PENSOU EM SER ATLETA? ENTENDA OS DESAFIOS.

Nosso querido Adriano de Souza, campeão mundial de surf de 2015, nos ajuda a explicar os desafios com sua jornada!

do surf mineirinho saquarema 1.png

Em 2015, Mineirinho foi campeão mundial, em 2016 não ganhou nenhuma etapa e agora relembra o sabor da vitória na etapa do Rio de Janeiro em Saquarema.

Ele bateu todos os recordes do campeonato nas quartas de final, barrou a sensação Yago Dora na semifinal e derrotou Adrian Buchan por 17,63 a 17,23 pontos para festejar seu segundo título no Rio de Janeiro. O primeiro tinha sido em 2011 e agora passa a dividir a liderança no ranking com o sul-africano Jordy Smith e o australiano Owen Wright. Os três vão chegar na próxima etapa em Fiji, apenas 350 pontos abaixo do havaiano John John Florence.

Eu não sentia o gosto do pódio desde dezembro de 2015 e batalhei muito, como todos sabem. Essa é a jornada de um atleta, de você se dedicar e não alcançar seus objetivos, mas nunca desisti deles, sempre acreditei e mostrei muita determinação até mesmo nos momentos mais difíceis. Acho que isso mostra como é o nosso país, que, mesmo vivendo na dificuldade, a gente sai todo dia para trabalhar com sorriso no rosto e carregando essa bandeira no peito. Graças a Deus cheguei aqui no pódio, na frente de todos vocês, para comemorar mais uma vitória” – comentou o camisa 13.

VIDA DE SURFISTA PROFISSIONAL É FÁCIL!?

Seguimos em crise? Já sabemos!

Problemas sem resolução na política? Também estamos acompanhando.

Poucos patrocinadores no surf? Por essa nós não esperávamos. São 32 atletas e quase 1/3 [9] só de brasileiros com dificuldades de se manter no circuito mundial.

A crise no Brasil tem sido devastadora e sim, mesmo com o número considerável de atletas vencedores no surf, o esporte também tem perdido muitos patrocinadores. Até mesmo a etapa de Saquarema teve dificuldades para conseguir apoio comercial para acontecer.

do surf dificil patrocnio 1

Quando estamos de fora, ficamos sonhando em viajar o mundo, surfar e ainda ganhar por isso. Contudo, quando colocamos na ponta do lápis, fica claro: participar do campeonato mundial é MUITO caro.

O SURF É INDIVIDUAL E TAMBÉM COLABORATIVO!

Sim, o surf é um esporte individual.

Contudo, em uma mesma pista podemos ter vários e vários surfistas ao mesmo tempo, e sem um mínimo de colaboração e respeito – ninguém surfa.

Sem respeitar as regras de ouro do convívio, os surfistas podem, além de tudo, se machucar feio.

Além dessa perspectiva é possível ver a colaboração entre os indíviduos apaixonados no processo de manutenção da natureza, já que sem ela, também não poderemos praticar nosso esporte favorito.

Por acreditar em tudo isso que hoje compartilhamos a história da surfista Potira.

A batalha de Potira

Comunidade do surf se mobiliza para ajudar garota diagnosticada com doença rara.

Praticante de surf e aluna da escolinha XPro, coordenada pelo legend Gabriel Macedo em Ilhéus, a pequena Potira, de apenas 12 anos, precisa de ajuda para o tratamento de uma doença rara e muito agressiva.

UMA HISTÓRIA SALGADA E INSPIRADORA PARA O SEU DOMINGO!

Ela tem 38 anos, é surfista e mãe solteira de uma menina de 9 anos e sonha com as viagens que ainda vai fazer pelo mundo. Ela questiona os modelos tradicionais de educação e compartilha seus valores na internet.

5.jpg

Marilia Di Cesare é uma mãe viajante, que está sem viajar por um tempo, mas já fez muito e deixou um legado que vale a pena ser visto.

4.jpg

A proposta é inspirar os pais a fazerem de sua vida um exemplo prático de como viver apaixonadamente para seus filhos. O que mais podemos querer além do que a vida já nos oferece? Natureza, felicidade, saúde e uma educação realmente RELEVANTE para nossas crianças?!

3.jpg

Marilia nos faz refletir sobre a efetividade das escolas e flertar com a possibilidade de aprender com o mundo e seus recursos para fazer a diferença.

Durante muito tempo ela viajou com sua pequena pelo mundo, onde ambas aprenderam outras línguas e interagiram com outras culturas enquanto ela se sustentava trabalhando como tradutora e professora online. Além de conhecer o mundo e suas nuances desde cedo, a filha de Marilia passava o dia em contato com a natureza e as duas faziam exercícios todos os dias. Ela encontrou uma maneira única de criar sua filha e buscou desde sempre um modelo de trabalho que oferecesse a ela tempo suficiente para estar com sua cria.

Mostrar as diferenças entre pessoas e espaços, ensinar respeito e cortesia, estimular a curiosidade, apresentar a grandeza e diversidade da natureza, e compartilhar doses diárias de disciplina parece uma boa maneira de educar seus filhos? Nos parece uma excelente maneira de entregar um soldado para o mundo que está preparado para transformá-lo por inteiro e inspirar quem estiver por perto.

1.jpg

Não existe nenhum esforço mais poderoso e capaz de salvar o mundo do que transformar o jeito como criamos nossos filhos” Marianne Williamson

Feliz dia das mães!

Elas são tão sábias quanto o mar. Com a mesma força de uma onda elas são capazes de enfrentar o mundo para não nos deixar cair. E na vida são a prancha que precisamos para nos equilibrar e nos conduzir sempre nos caminhos corretos. 

Assim como a natureza elas se diferenciam por sua forma única de amar e educar. Nossa sugestão de hoje portanto é: agradeça à ela tanto pelos caldos que ajudou você a evitar quanto pelo carinho e colo que ofereceu depois de cada um dos quais você precisou viver para poder aprender.

2.jpg

3 FILHOS E 1 PAIXÃO: O SURF!

Ela é mãe solteira.

Não de uma criança, mas de três.

Ela sempre correu atrás dos seus sonhos e agora, também das melhores ondas do mundo.

do surf mae solteira 1

A história começa com um sábado ensolarado. Ela e os filhos se juntaram à uma iniciativa local para limpar a praia e foram juntos recolhendo todo o o lixo que encontravam. Depois disso, um pouco de surf.

Ela inspirou e mirou o mar. Estava feito. Há um mês atrás ela deixou seu conforto para usar o mundo como uma grande sala de aula para os seus filhos.

O que eles tinham? Uma passagem só de ida, uma conta bancária zerada e um sonho.

Claro, não foi nada fácil. A filha mais adolescente já chorou várias vezes, já arrumou suas malas e quis voltar para a casa. Ela sentia falta de seus amigos, da sua escola e do mundo que conhecia e estava cansada desse mundo que tinha apenas… água.

A ETAPA DE SURF EM TRESTLES VAI COMEÇAR E VOCÊ NÃO DEVERIA PERDER!

Os motivos para não deixar de acompanhar são vários, mas talvez o principal deles seja que a Brazilian Storm começou aqui! Se lembra?

Faltam apenas quatro etapas para o fim da temporada e a corrida pelo título mundial de 2017 permanece aberta. Este ano vem sendo apontado como um dos mais competitivos de todos os tempos. As sete disputas realizadas até o momento tiveram campeões distintos, o que só ocorreu três vezes na história, esquentando ainda mais a briga pela taça. O Circuito Mundial desembarca em Trestles, na Califórnia, para mais uma intensa disputa por posições no ranking. O defensor do título e da lycra amarela de número um na oitava de 11 paradas do Tour é o sul-africano Jordy Smith.
A chamada para avaliar as condições do mar para o início da competição foi ontem, mas ainda não haviam condições suficientes para começar. Hoje deve rolar uma nova tentativa.
1. Berço do Brazilian Storm
Há seis anos, o domínio do Brasil no QS [divisão de acesso] Prime de Trestles impressionou o mundo. Seis brasileiros foram às quartas de final [Miguel Pupo, Jadson André, Heitor Alves e Jessé Mendes]. Pupo levou a melhor ao derrotar o ídolo local Tanner Gudauskas na final, coroando a memorável campanha do país. O desempenho em 2011 fez surgir o termo “Brazilian Storm” [Tempestade Brasileira] para se referir à chamada geração de ouro do surfe verde e amarelo. Medina foi campeão do QS de Trestles em 2012 e, na sequência, Filipe Toledo alcançou o bicampeonato [2015 e 2016] em Lowers.
Relembre a vitória de Miguel Pupo pelo QS Prime em Lower Trestles, em 2011. Foi ali que surgiu o termo
2. Brasil nunca venceu em Trestles
Embora exista uma tradição de bons resultados no QS [divisão de acesso], na elite, o Brasil nunca venceu em Trestles. As conquistas do passado provam o potencial do país na etapa, que promete trazer uma nova definição no ranking. A etapa na Califórnia é a única prova na elite que nunca foi vencida por um brasileiro. Quem chegou mais perto foi Mineirinho, vice em 2015, após ser superado pelo australiano Mick Fanning.
Adriano de Souza foi o brasileiro que chegou mais perto do título na elite nos EUA. Ele só parou na final de 2015 diante de Mick Fanning
Adriano de Souza foi o brasileiro que chegou mais perto do título na elite nos EUA. Ele só parou na final de 2015 diante de Mick Fanning.

JÁ SABE ONDE VAI SURFAR NO FINAL DO ANO?!

Você quer surfar? Você pode! Existe surf, como existe água, e como existe vento – em todo lugar!

Tem para todos os gostos e tem de todos os tamanhos. Tem mar transparente e cidade paradisíaca e tem mar mais escuro, menos esverdeado e centro históricos. Tem de tudo um pouco e não falta beleza.

Separamos as 22 melhores ilhas de surf do mundo para você decidir em qual quer fazer sua busca e já começar as economias. São opções realmente não óbvias e algumas até diferentes do que vemos no campeonato profissional.

  1. Bali, Indonésia

Captura de Tela 2016-04-29 às 14.35.30.png

Muitos dizem que é o lugar com as melhores ondas do mundo. Desde 1970 vem recebendo surfistas que buscam a perfeição das ondulações e acabam se encantando pela simplicidade e graça da cultura Hindu.

  1. Tavarua, Fiji

Tavarua fiji

É uma das ilhas tropicais mais bonitas do mundo, hoje, já possui acomodações mais luxuosas especiais para surfistas, que são guiados para as ondas mais perfeitas e tratados de maneira calorosa.

  1. Thanburudhoo, Maldivas

Thanburudhoo Maldivas

Uma ilha banhada pelo oceano índico virou uma opção para os surfistas que gostam de ir mar adentro em busca das melhores ondas – que abrem para os dois lados. Uma ilha que antes era uma opção pouco conhecida e secreta para alguns privilegiados tornou-se uma das opções favoritas de diferentes surfistas, a falta de controle se tornou tão grande que os ministérios de Maldivas já está prevendo transformar em uma espécie de boutique para surfistas se hospedarem e irem surfar.

QUER MUDAR O PLANETA? MUDE VOCÊ MESMO PRIMEIRO.

Gentleness” Essa é a mensagem simples e encorajadora de Dave Rastovich para o Mundo.

Pisar leve!

Somos todos visitantes…

Esse [erfil de pessoas apaixonadas que têm gravitado pelo mundo para um estilo de vida mais consciente, a “The Way It Should Be” série conta as histórias desses moradores e sua conexão com a nosso planeta.

Advogando para o meio-ambiente [particularmente os oceanos] e vida marinha Rasta, no vídeo acima, discute a inspiração que ele atrai daqueles que evitam as velhas formas de fazer negócios, ou seja, colocar o lucro acima de tudo, e colocam a humanidade e o planeta em primeiro lugar.

%d bloggers like this: