Categoria: DIÁRIO DA MINHA SURFTRIP

Conheça algumas histórias de trips iradas pelos melhores picos do Brasil e do mundo for surfing.

“UM HOMEM PRECISA VIAJAR”

Por gentileza, vamos entender HOMEM como ser humano que compreende qualquer gênero.

Amyr Klink já dizia “Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser. Que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver.

do surf viajar 1

E por esses motivos apontados acima nós insistimos que você viaje. E também porque uma viagem pode ser um divisor de águas na performance de um surfista.

Viajar é um dos hobbies mais desejados pela humanidade e temos uma ideia do porquê – muitas vezes na vida, para se encontrar, é preciso ir. Viajar nos reconecta com o fluxo do universo, porque nos faz sentir vivos, vibrantes, curiosos, interessados, surpresos, gratos, humildes, como deveríamos ser em todos os dias de nossas vidas. Viagens são professores. É um atalho para se chegar lá com mais facilidade.

DESTINO OBRIGATÓRIO: COSTA RICA

Todos nós já sabemos que muitas vezes as ondas do Brasil deixam a desejar. E não estamos falando isso por uma tendência cultural de sempre cultuar o que está fora do país. Já explicamos aqui o que faz com que a costa brasileira não seja tão sedutora em termos de ondas, apesar de possuir paraísos únicos.

E é pensando nisso que incentivamos que você faça uma surftrip! Você pode relembrar nosso post onde te ajudamos a tornar esse sonho possível com algum planejamento financeiro.

Uma surftrip será um divisor de águas no seu surf. O novo ambiente, a oportunidade de sair da zona de conforto, a atenção e os cuidados que você precisará tomar com certeza transformarão você em um surfista muito mais maduro!

E por isso, queremos ir além: além do incentivo, além da ajuda para realizar o planejamento financeiro, além dos posts. E fomos além: conseguimos um DESCONTO ESPECIAL para nossos leitores que querem fazer uma surftrip para um dos picos mais incríveis e mais próximos do nosso Brasilzão: A Costa Rica.

banner promoção costa rica.jpg

Em parceria com a Top Travel construímos um pacote ESPECIAL com valores muito abaixo do padrão! Estamos falando de uma viagem para Costa Rica durante o feriado de 7 de Setembro [com ida dia 02.09 e retorno dia 09.09] por preços a partir de 1.072,00 dólares [por pessoa]! Quer saber mais? Envie um e-mail para contato@equipedosurf.com

Sim, você não leu errado: MIL E SETENTA E DOIS DÓLARES. Incluindo aéreo [ida e volta], 7 noites de hospedagem no Hotel Playa Negra Bungalow e mais um carro alugado para todos os dias. Lembre-se, os valores estão sujeitos a alteração, sem prévio aviso. O pagamento será convertido em reais ao câmbio do dia.

LUGARES PARA IR ANTES DE MORRER: BALI – INDONÉSIA

Indonésia é um dos melhores picos de surf do mundo – há quem diga que é o melhor de todos. Bali, não é necessariamente o melhor e atualmente o crowd é insano. Mas mesmo assim, vale a visita.

Se for viajar em família pode contar com outras atividades além do surf como: vida noturna agitada, uma parte artística de dar gosto, uma cultura nova e absolutamente impressionante em todas as suas nuances [histórica, musical, religiosa, culinária, familiar…], uma biodiversidade digna de filme e até mesmo a possibilidade de consumir coisas de grife e rústicas também.

Agora, se você for realmente para fazer um surftrip vale o aviso: prepare-se para o crowd, vá com a cabeça tranquila e espere a sua vez para não arrumar confusão. Pra chegar com tudo, entenda mais sobre as ondas locais:

Do surf Bali 2.jpg

ULUWATU: A mais cheia de todas, todos querem admirar sua perfeição e regularidade antes de morrer. Quase nunca fica flat e normalmente é maior que os demais picos, sofrendo influência, obviamente, de algumas ondas e marés. Repleta de sessões que variam bastante e criam ondas gigantes, tubulares e que não são nada fáceis. Dependendo de sessão pode ficar bem raso e o lip da onda pode ficar bem grosso e agressivo. Não dá pra viajar sem estar com o surf em dia. A sessão mais complexa e também mais amada por surfistas do mundo inteiro é conhecida como Outside Corner.

CANGGU: É um pico mais seguro para você começar a curtir a Indonésia, normalmente é a onda que agrada os profissionais e também os menos experientes. No mesmo pico você pode surfar com um fundo de coral [reefbreak], fundo de pedra [pointbreak], mas também é possível surfar um fundo de areia [beachberak]. O crowd não é tão pesado, principalmente no meio da tarde e rola uma paredinha bem manobrável.

KERAMAS: Direitinha classe A, capaz de produzir tubos perfeitos que atraem naturalmente um crowd sinistro. De Novembro a Março [baixa temporada] ela quebra melhor, variando de 2 a 10 pés, ideal para surfar logo que acordar porque o vento pode atrapalhar os tubos. TODO cuidado do mundo com o fundo de coral, histórias sinistras fazem parte da história de Keramas.

TRÊS PERGUNTAS QUE VOCÊ DEVERIA SE FAZER ANTES DE MARCAR SUA PRIMEIRA SURF TRIP

1.jpg

Fazer uma viagem, onde o intuito principal é surfar, surfar e surfar, e todos os outras possibilidades ficam em segundo plano é algo glorioso na vida de um surfista de qualquer nível. Surf trips são oficialmente o rito de passagem na sua experiência DO SURF.

Você vai para surfar e acaba explorando. Você vai para descansar e acaba surfando. Você vai para treinar suas manobras e acaba remando. Você nunca sabe o que realmente te espera, até chegar no pico. Sua vontade não pode ser o único motivador para você realizar uma surf trip, afinal não são todas as praias que tem boas ondas – ou ondas adequadas para o seu nível de surf.

Talvez você tenha acabado de pegar sua primeira parede e esteja empolgadão, talvez você esteja sonhando com a onda perfeita e quer aproveitar as férias para ir de encontro à ela. Talvez você esteja cansado de surfar as valinhas da praia mais próxima de você e esteja com vontade de correr um tubo.

Independente do motivo, é legal você considerar os pontos abaixo antes de decidir fazer sua primeira surf trip. Já falamos aqui sobre como economizar e também o que você não deve esquecer. Mas achamos que ainda assim, temos mais a dizer para ajudar você a fazer dessa experiência a melhor possível.

4.jpg

CINCO COISAS PARA NÃO ESQUECER EM UMA SURFTRIP

Primeiro de tudo: vamos lembrar o que é uma surftrip!

Nada mais do que uma viagem onde o objetivo primário é SURFAR! Existem inúmeros destinos, populares e inóspitos onde você pode ir como Peru, Indonesia, Costa Rica, Chile, Hawaii, Australia, Equador, França e Nicarágua.

E quando esse é o objetivo mais importante, a mala precisa ter uma configuração um pouco diferente do normal: claro que meias e um protetor solar vão acabar fazendo falta, mas existem outros cinco itens que podem estragar sua trip se não estiver na lista de prioridades na hora de fazer as malas!

0.jpg

ITEM 1: Seguro Viagem
Parece bobo e normalmente acreditamos que em um momento de férias, em um lugar paradisíaco, nada de ruim vai acontecer, certo? Errado! Melhor gastar uma graninha a mais – coisa pouca em relação do tamanho do possível prejuízo – para garantir que vocês terá assistência caso se machuque, seja roubado ou desastres do tipo. Já vimos TANTA coisa acontecer, que é melhor prevenir do que remediar, acredite!

1.jpg

ITEM 2: Parafina
Leve várias, de tamanhos e cores diferentes se quiser. Parar para buscar parafina em lugares sem infraestrutura pode gerar um desespero desnecessário. Então leve reservas, coloque em diferentes partes da mala e lembre da reserva DA reserva – vai que a parafina acaba!

2 2.jpg

NICARÁGUA – DIA 10 [ÚLTIMO DIA!]

Foto 01.JPG

Foto 02.JPG

Nossa surftrip chegou ao fim: Último dia de Nicarágua, resolvemos dedicar as cervejas, acabamos com o estoque de “Tonhas” do bar.

Resultados todos de ressaca na manha do dia seguinte para pegar 3 horas de estrada de terra, com direito a alguns trechos alagados, onde precisamos da ajuda de caminhões para passar e não perder o voo para o Panamá.

Foto 03.JPG

Fim da trip!

Para finalizar uma parada estratégica no Panamá, onde passamos no famoso canal que liga o Oceano Atlântico ao Oceano Pacifico.

canal panamá.jpg

Depois fizemos uma balada de despedida no Panamá, por motivos de força maior, não publicamos fotos desta noite.

É isso, foram boas risadas, boas ondas… Agora é voltar para o Brasil e já começar a programar a próxima.

Para quem quer ir para Nicarágua – clique no menu [Por trás da onda – Diário da Minha Surftrip] e leia sobre a nossa jornada do começo ao fim. Melhor período para voar para Nicarágua é no meio do ano [de Abril a Setembro].

Confira os dias anteriores:
Dia 9
Dia 8
Dia 7
Dia 6
Dia 5
Dia 4
Dia 3
Dia 2
Dia 1 

NICARÁGUA – DIA 8

 

Cris ward.jpg

Com a chegado do swell, também chegaram os profissionais: Cris Ward mostrou como entubar com maestria em uma direita que fecharia para os mortais.

 

Foto 01.JPG

Foto 2.JPG

Surfamos em Chacocente e Colorado. O Mar Continuou subindo, dependendo da série que vinha, até um pouco demais! Foi o suficiente pra surfar até perder o limite… rs

 

prancha quebrada.jpg

Não deixe de conferir os dias anteriores:
Dia 7
Dia 6
Dia 5
Dia 4
Dia 3
Dia 2
Dia 1 

NICARÁGUA – DIA 6

foto 1.JPG

Saímos do conforto do Hotel do Rancho Santana e fomos para uma casinha MUITO mais simples. Onde a água era salobra e tinha cheiro de enxofre. O ar-condicionado do novo quarto mais parecia um trator e a escada de acesso era de quase 90 graus, imagina a facilidade de subir com todas as pranchas – que delícia!

foto 2.JPG

Mas vocês devem estar perguntando PORQUE fizeram essa troca?

foto 3.JPG

A resposta é simples: O surf na frente de casa.
Se alguma dessas coisas incomodou? Não deu tempo, era surf o dia inteiro.

foto 4.JPG

Um pouco dos dias anteriores:
Dia 5
Dia 4
Dia 3
Dia 2
Dia 1 

%d bloggers like this: